quarta-feira, 30 de novembro de 2022

Detento é morto ao tentar fugir da Cadet

Jocean Soares Dantas cumpria pena de 26 anos por homicídio e porte de armas.

 

 

Um detento foi morto ao tentar fugir da Casa de Detenção, uma das unidades que compõem o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Jocean Soares Dantas foi morto quando tentava fugir da unidade prisional após fingir estar passando mal. 

 

Em nota, a Secretaria de Comunicação do Maranhão informou que o detento atacou um dos monitores logo após ter as algemas retiradas. Em resposta, outro agente penitenciário atirou duas vezes contra o preso. Os tiros acertaram sua perna e seu abdome. A Secom afirma ainda que o detento foi socorrido e levado ao Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), mas morreu em razão dos ferimentos.

 

Leia, a seguir,a nota na íntegra:

 

A Secretaria de Estado da Comunicação esclarece que na tarde desta segunda-feira, 5, após frustrada tentativa de fuga, o detento Jocean Soares Dantas foi atingido por dois tiros e, mesmo socorrido, faleceu no Hospital Municipal Djalma Marques, Socorrão I.

Jocean cumpria pena de 26 anos, 2 meses e cinco dias de reclusão por homicídio e porte ilegal de arma. Ele foi julgado e condenado pela 1ª Vara de Execuções Penais de Imperatriz.

Às 16h56, o detento solicitou atendimento médico e foi conduzido por monitores e vigilantes do Bloco B, da Casa de Detenção (Cadete), para a sala de enfermaria. Após a retirada das algemas, o presidiário tentou fugir em direção à Permanência, área de saída da Cadete. Ao ser impedido, tentou ir para o alojamento, onde travou luta corporal com o vigilante e foi atingido na perna e no abdome. Socorrido, o detento faleceu no hospital.

A Secretaria de Administração Penitenciária acionou de imediato a empresa responsável pela segurança da unidade penitenciária, que apresentou os vigilantes e as armas utilizadas na Delegacia da Vila Embratel.

A Secretaria providenciou assistência à família do detento, morto durante a tentativa de fuga.

– Publicidade –

Outros destaques