segunda-feira, 28 de novembro de 2022

Divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) da China e a prévia do brasileiro marcam a semana

Na agenda econômica desta semana, teremos a intensificação dos resultados do 3° trimestre das empresas americanas, a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) da China e o banco central brasileiro divulga o índice de atividade econômica do país, que é considerado uma prévia do PIB do Brasil.

Na sexta-feira, o mercado americano fechou em forte baixa, após a divulgação da inflação americana que continua em alta histórica de 8,2%. No Brasil, o Ibovespa acompanhou as bolsas americanas e fechou em forte queda de 1,95% aos 112.072 pontos. Na semana, encerrou com baixa de 3,70%.

O barril de petróleo tipo brent, que serve referência para a Petrobras teve baixa de 3,29% voltando aos US$91,46. O Departamento de Agricultura dos EUA divulgou relatório com previsão de aumento de demanda por carne bovina pela China e isso deve mexer com as nossas exportações. Além disso, a China avalia aumentar compra de milho do Brasil para substituir as importações feitas da Ucrânia.

O IBGE divulgou o volume de serviços prestados do mês de agosto, que cresceu 0,7%. No comparativo com agosto de 2021 cresceu 8%. No acumulado do ano chegou a 8,4% e no acumulado dos últimos 12 meses subiu para 8,9%. Já o volume de serviços registrados em agosto no Maranhão ficou negativo em -0,02% ficando abaixo do número nacional.

Wagner Matos – economista

– Publicidade –

Outros destaques