domingo, 25 de setembro de 2022

Dois indígenas Guajajara são mortos na TI Arariboia; um terceiro está internado

O guardião da TI Arariboia, Janildo Oliveira Guajajara foi assassinado com muitos tiros nas costas

Dois indígenas da etnia Guajajara foram mortos, na madrugada deste sábado (3), nos municípios de Amarante do Maranhão e Arame.

O guardião da TI Arariboia, Janildo Oliveira Guajajara foi assassinado com muitos tiros nas costas, em Amarante do Maranhão. Outro indígena da mesma etnia foi baleado e está internado em uma unidade de saúde da região.

O povo Guajajara teme pela sua vida, reclamam que a insegurança é constante e as ameaças seguem dia após dia. Entre 2006 e 2022, já foram 26 assassinatos na Terra Indígena Arariboia.

Em Arame, Jael Carlos Miranda Guajajara, de 34 anos, morreu às 3h da manhã. Informações preliminares destacam que a morte foi por conta de um atropelamento, porém o povo desconfia que seja mais um assassinato.

O Conselho Indigenista Missionário (CIMI), pede mais atenção do poder público e da justiça. “reforçamos a necessidade de mais seguranças nos Territórios Indígenas e mais ações do poder público que venham coibir o derramamento de sangue nas comunidades indígenas”.

– Publicidade –

Outros destaques