segunda-feira, 27 de junho de 2022

G10 Editora

Em 11 dias, 28 pessoas foram mortas na região metropolitana de São Luís

Assim como o mês de agosto terminou, o de setembro iniciou bastante violento. Em apenas 11 dias, já foram registradas 28 mortes violentas na região metropolitana de São Luís. Uma média de 2,54 mortes por dia e uma a cada 9h44.

Somente nesta semana, 11 pessoas foram assassinadas, duas morreram em confronto com a polícia, além de um achado de cadáver.

Para engrossar esta dura estatística, na quinta-feira (11), três pessoas foram vítimas de homicídios. Os bairros que aconteceram os crimes foram: Jardim Tropical, Residencial Nova Terra, ambos em São José de Ribamar, e Anjo da Guarda, na capital maranhense.

 

Jardim Tropical

O primeiro crime da quinta foi Rafael Frazão Carneiro, de 20 anos, no Jardim Tropical, em São José de Ribamar. De acordo com informações contidas no relatório da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), a vítima trabalhava em uma empresa de Gás, e era entregador.

Ele foi executado, por volta do meio-dia, a tiros por três pessoas, sendo uma delas identificada como “Ricardinho”, e outros dois adolescentes. Os garotos foram apreendidos em flagrante e encaminhados à Delegacia de Homicídios, onde foram autuados por homicídio.

De acordo com o delegado Jeffrey Furtado, titular da especializada, Ricardinho conseguiu fugir, mas está sendo procurado.

 

Anjo da Guarda
No bairro da região Itaqui-Bacanga, o adolescente Gabriel Victor Silva Frazão, mais conhecido como “Vitinho”, de 16 anos, foi assassinado também a tiros. O crime aconteceu às 19h50.

Os executores estavam em um veículo GM Astra, de cor vinho, e placas NHB-4789. Os ocupantes do carro abordaram a vítima e dispararam vários tiros contra ele. O rapaz ainda foi socorrido, encaminhado a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

Residencial Nova Terra
Para fechar a noite de quinta-feira, por volta das 23h, o terceiro crime aconteceu no Residencial Nova Terra, em São José de Ribamar.

No local, Jhony Herberth Aguiar Rubim, de 20 anos, foi executado por homens que estavam em um veículo VW Fox, de cor vermelha, e placas não identificadas. O rapaz morreu no local.

– Publicidade –

Outros destaques