quinta-feira, 24 de junho de 2021

Fique Ligado no São João na Guará
Enfermeira que atropelou cachorros foi multada a pagar R$20 mil

Enfermeira que atropelou cachorros foi multada a pagar R$20 mil

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Na última segunda-feira (12) em audiência no Desembargador José Sarney, foi definido que a enfermeira Gisele Atan, que atropelou dois cachorros em Agosto, Pagará R$20 mil, valor que será revertido ao Hospital Veterinário da UEMA.

Na mesma ocasião Gisele Atan também foi condenada a pagar cinco salários mínios pela ação penal. A Comissão de Defesa e Proteção dos Animais (CDPA) da OAB se manifestou no Instagram lamentando por existirem leis muito brandas no Brasil.
O Caso

Em Agosto deste ano Câmaras de segurança flagraram um caro SUV atropelando de forma proposital dois cachorros da raça Pastor Alemão. A atropeladora foi identificada como Gisele Atan, enfermeira. O vídeo viralizou na internet e chamou a atenção até mesmo de artistas famosos. Um dos cachorros, Duquesa, faleceu no local. Depois do atropelamento a enfermeira foi afastada de suas funções.

Veja a postagem da Comissão de Defesa e Proteção dos Animais da OAB:

Visualizar esta foto no Instagram.

A CDPA da OAB/MA esteve presente na audiência do caso #Duquesa. A autora do crime pagará o valor de 20 mil reais a título de reparação civil, que será revertido ao Hospital Universitário Veterinário da UEMA, bem como pagará 5 salários mínimos referente a transação penal. Lembrando que os tutores dos animais ainda podem ingressar com ação requerendo valores que acharem de direito. Infelizmente, a pena do artigo 32 da lei 9.605/98 é muito branda, casos como esse não levam, ainda, autores de crimes monstruosos a pena de reclusão. Porém, a multa pode doer muito no bolso. Contudo, está tramitando no Senado uma projeto para aumento da pena de 4 a 16 anos para os crimes de maus-tratos. Vamos torcer pela aprovação! #maustratos #maustratosécrime #crimecontraanimaisnao #justicaanimal #oabma

Uma publicação compartilhada por CDPA OAB/MA (@cdpaoabma) em

– Publicidade –

Outros destaques