quarta-feira, 30 de novembro de 2022

Estadual poderá ter portões fechados

Sem torcida. Assim podem ocorrer os jogos da primeira rodada do Campeonato Maranhense de Futebol nos sete estádios que vão sediar a competição. O vice-presidente de competições da FMF, Antônio Henrique Farah, baixou uma portaria advertindo os times para que providenciem os laudos o mais rápido possível, sob pena de todos eles jogarem de portões fechados.

 

“Não precisamos de laudo para os gramados. Mas os diretores de clubes precisam estar atentos às exigências da FMF, que atendem as da Confederação Brasileira de Futebol – CBF. Inclusive, porque eles serão prejudicados, já que dessa forma não vamos autorizar a venda de ingressos”, afirma Antonio Henrique.

 

Para o presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antônio Américo, a uma maior atenção com o estádio Nhozinho Santos, pois a SEMDEL vai entregar os laudos, somente, no final de janeiro. “Por conta das obras, o estádio está cheio de entulho: pedras, pau e outros. Por uma questão de segurança e exigência da CBF, não podemos deixar os torcedores participarem dos jogos nessa situação”, disse.

 

O estádio Nhozinho Santos permanece em obras na iluminação e reparos na estruturada de ferro no setor das cadeiras. Segundo o coordenador da SEMDEL, Marcio Aldo, os laudos exigidos pela FMF deverão ser entregues até o dia 21 de janeiro.

 

O estadual começa no dia 1º de fevereiro, com quatro partidas Sampaio Correa X Santa Quitéria (no estádio Rodrigão, em Santa Quitéria), Moto Club X Cordino (Castelão), São Jose X Expressinho (no estádio Dario, em São Jose de Ribamar),  Balsas X Imperatriz (no Cazuza Ribeiro, em Balsas).   

 

Com Informações e foto site FMF.

 

 

– Publicidade –

Outros destaques