terça-feira, 16 de abril de 2024

Flávio Dino responde à provocação de Bolsonaro: ‘vai trabalhar’

Foto: Reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), respondeu à provocação lançada pelo presidente Jair Bolsonaro na última terça-feira (11), em que afirmou que “líderes comunistas são gordinhos”. Por meio do Twitter, Dino mandou Bolsonaro “ir trabalhar”.

“1. “Piada”, além de sem graça, repetida. Compatível com a notória escassez de neurônios do indivíduo. 2. Ao bisonho e fracassado “piadista”, faço uma conclamação: VAI TRABALHAR. Os problemas federais são cada dia mais graves: inflação, desemprego, aumento dos combustíveis etc.”, publicou o governador.

A resposta surge após Bolsonaro atacar o governador em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada. Quando uma simpatizante disse ser do Maranhão, o presidente comentou: “[Um estado] governo do Partido Comunista do Brasil. Já repararam que os países comunistas geralmente o chefe é gordo? Coreia do Norte? Venezuela? É gordinho, né? Maranhão”.

– Publicidade –

Outros destaques