quarta-feira, 22 de maio de 2024

Homem é preso por matar uma pessoa e esconder cadáver em área de condomínio

A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar do Maranhão, prenderam em flagrante um homem de 29 anos, pelo crime de ocultação de cadáver no município de Itinga do Maranhão.

Segundo a Delegacia de Polícia da cidade, no último dia 11 de abril, a vítima identificada como Diego Rodrigues Nascimento, teria saído de sua residência, no bairro São Sebastião, em Itinga, e desde então desapareceu, não sendo mais visto por familiares e tampouco dado notícias. O caso foi registrado na delegacia, que passou a investigar o desaparecimento.

Na segunda, policiais civis conseguiram descobrir o paradeiro do corpo, que estaria enterrado no quintal de um condomínio na Rua Gurupi, situada também no bairro São Sebastião. Com apoio da Polícia Militar, as equipes policiais foram até uma área de mato na parte externa do condomínio, onde identificaram que havia uma parte que não estava vegetada com alguns pedaços de madeira por cima, indícios de que algo estava escondido.

Durante a escavação, os policiais civis tiveram a informação que o homem que havia enterrado algo no terreno morava à metros do local, e que o mesmo teria ido à frente do condomínio observar a movimentação policial, mas que acabou fugindo para se esconder dentro de uma casa.

De posse da informação, os policiais civis saíram em diligências e conseguiram localizar o homem, que tentou se esconder mas foi preso. Com ele, os policiais encontraram um colete balístico e 26 munições de calibre 38 deflagradas. O investigado confessou a autoria do crime e foi levado ao condomínio, apontando que o local que os policiais escavavam seria onde estava o corpo da vítima.

Após escavarem, os policiais encontraram um cadáver do sexo masculino, que foi reconhecido por familiares, principalmente por conta de uma tatuagem, como sendo da vítima desaparecida. O corpo foi removido ao local ao Instituto Médico Legal(IML) de Imperatriz, onde será submetido a necropsia.

Na delegacia, o homem informou que o crime teria sido motivado pelo tráfico de drogas no bairro. Em seguida, o autuado foi recolhido a Unidade Prisional de Ressocialização de Açailândia, onde permanecerá a disposição da justiça.

– Publicidade –

Outros destaques