domingo, 2 de outubro de 2022

Projeto promove palestra sobre a importância da leitura na cidadania

O projeto “Cidadania e Leitura” promoverá a palestra “A importância da leitura e da biblioteca na construção da cidadania”, nesta terça-feira (30), às 18h, na sede da Biblioteca Comunitária Elisangela Cardoso (rua 18, quadra 31, casa 10, Vila Embratel). O evento faz parte de uma das etapas do projeto, a formação de mediadores, que antecede a inauguração prevista para dia 19 de setembro. Essa biblioteca, batizada em homenagem à saudosa pedagoga e ativista social Elisangela Cardoso, é a terceira instalada pelo projeto na área Itaqui-Bacanga.

A palestra será ministrada pela professora Leoneide Maria Brito Martins, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), aos mediadores, pais e professores que apoiarão a Biblioteca.

“É mais uma ação do ‘Cidadania e Leitura’, um projeto completo, abrangente, e que inclui atividades desde a adequação do espaço físico, realizada pela Pastoral do Menor, até a aquisição do mobiliário, equipamentos de informática e um acervo bibliográfico de alta qualidade para leitores de
todas as idades. Nesta etapa, trabalhamos também a sensibilização da comunidade para esse sentimento de pertencimento, reforçando a importância de ter uma biblioteca aberta aos moradores”, ressalta a coordenadora do projeto, bibliotecária Rosa Maria Ferreira Lima.

A Biblioteca Comunitária Elisângela Cardoso é fruto da parceria entre a Sociedade de Amigos das Bibliotecas do Maranhão (SAB) e a Pastoral do Menor da Vila Embratel, com apoio da Lei Rouanet e patrocínio do Instituto Cultural Vale. O projeto visa fortalecer vínculos entre as comunidades da
Vila Embratel, Vila Bacanga e Vila Ariri, microrregiões da área Itaqui-Bacanga, onde já foram instaladas as Bibliotecas Comunitárias Maria Aragão e Luiz Phelipe Andrés.

*Homenagem*

A homenageada Elisangela Cardoso tem relação próxima com a área Itaqui-Bacanga, onde foi moradora. A pedagoga atuou por mais de 20 anos na militância dos movimentos sociais ligados à defesa dos direitos da criança e do adolescente e nos movimentos de mulheres negras. Entre outras funções,
foi presidente da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) e secretária adjunta da Criança e do Adolescente da Secretaria dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop).

– Publicidade –

Outros destaques