quinta-feira, 8 de dezembro de 2022

Homicidas são presos em ações da polícia, na região Tocantina

Em três ações distintas realizadas pela Polícia Civil do Maranhão, três mandados de prisão preventivas foram cumpridos entre os dias 10 e 17 de outubro contra três pessoas investigadas de cometerem homicídios ocorridos em cidades da região Tocantina. As investigações dos crimes são de competência da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz e as prisões foram realizadas nas cidades de Lajeado Novo e Fortuna, no Maranhão e na capital tocantinense, Palmas.

No município de Fortuna, investigadores do Grupo de Pronto Emprego (GPE) de Imperatriz e de Presidente Dutra, conseguiram prender na segunda-feira(10), um homem investigado por um crime de homicídio ocorrido no ano de 2010, no bairro Vilinha, em Imperatriz. O GPE de Imperatriz conseguiu identificar onde o investigado a equipe do GPE de Imperatriz poderia estar residindo na cidade de Fortuna e com apoio do Grupo de Pronto Emprego de Presidente Dutra, conseguiu preso o investigado.

Já no dia 17 de outubro, uma mulher foi presa na cidade de Lajeado Novo por ser investigada por praticar um homicídio na cidade de Davinópolis, em 2008. Ainda no dia 17 de outubro, na cidade de Palmas, capital do Tocantins, o Grupo de Pronto Emprego (GPE) da 10ª DRP, com apoio da Polícia Civil do Tocantins conseguiu, prendeu uma mulher suspeita de cometer um homicídio na cidade de Imperatriz, em 1999.

A equipe do GPE de Imperatriz iniciou trabalho de investigação para capturar a mulher, tendo como à possível localização da mesma na cidade de Palmas. Em contato com a Polícia Civil do Tocantins, a equipe foi informada que a procurada, recentemente, ateou fogo em um homem na cidade de Araguatins, também no Tocantins.

Nos três casos, os presos foram levados à Delegacia de Polícia para serem submetidos aos processos legais, posteriormente recambiados a uma unidade prisional das respectivas cidades onde ocorreram as prisões.

– Publicidade –

Outros destaques