terça-feira, 7 de fevereiro de 2023

Identificação Biométrica otimiza triagem em Pedrinhas

Foi instalada no Complexo Penitenciário de Pedrinhas uma Central de Identificação Biométrica no Centro de Observação, Classificação e Triagem. O sistema utiliza webcam, impressora e leitor digital. Trata-se um sistema de aprimoramento da segurança que permite checar os dados pessoais de cada detento, evitando duplicidade, falsidade ou adulteração de documentos e informações.

A Central começou a funcionar no ultimo dia 13  o sistema aciona dois bancos de dados de cada interno: o civil, com fotos e ficha pessoal (filiação, escolaridade, endereço, marcas de nascença etc) e o criminal. Na checagem civil, por exemplo, o sistema permite a emissão automática da carteira de identidade para apenados sem o documento. E na criminal, é fornecido o status jurídico do preso, por exemplo, se é foragido da Justiça.

 

A central tem parceria da Polícia Civil, que por meio do Instituto de Identificação ministrou treinamento de três meses para os quatro operadores do sistema. A identificação biométrica será à base do censo carcerário, que começa a ser feito em São Luís e em Paço do Lumiar, onde existem unidades prisionais na região metropolitana. Em outros 23 municípios, o censo será coletado através do formulário-padrão encaminhado aos presídios e devolvidos à equipe da central de identificação biométrica que vai digitalizar as fichas de mais de 5 mil detentos e atualizar a contagem da população carcerária no Maranhão. 

– Publicidade –

Outros destaques