sábado, 4 de fevereiro de 2023

Irregularidades no ambiente de trabalho geram mais de 300 ações

 

Hoje é o dia mundial em memória das vitimas de acidentes de trabalho. Em São Luís, o Ministério Publico do Trabalho (MPT-MA) realiza uma programação com o objetivo de alertar sobre os riscos aos quais estão expostas diversas pessoas no exercício da profissão.

 

De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), a cada 15 segundos, 115 trabalhadores sofrem um acidente de trabalho em todo o país. No Maranhão, este ano, o MPT instaurou 321 procedimentos sobre irregularidades no ambiente de trabalho e abriu 48 investigações sobre acidentes, que, em sua maioria, são registrados no setor da construção civil.

 

“Preocupa muito, porque a categoria da construção civil é a maior e a que mais emprega. Os trabalhadores vêm do interior do estado sem nenhuma noção, chega na capital para trabalhar e já entra nessas empresas terceirizadas. São empresas pequenas que contratam trabalhadores e sem noção de nada”, revela Humberto França, presidente do Sindicato das Industrias da Construção Civil de São Luís (Sindconstrucivil).

 

O auditor fiscal Cléber Amorim Júnior explica que, além das condições dos equipamentos usados, é fundamental avaliar o estado de saúde do trabalhador. “A gente, quando pensa em saúde do trabalhador, não pensar apenas no capacete, em bota ou cinto de segurança, mas pensar na gestão da segurança como um todo”, afirma.

 

Para Manoel Pedro Ferreira Júnior, representante da Superintendência de Trabalho, o número de acidentes ainda é alto. Por isso, o órgão tem feito orientações, a fim de diminuir os índices no Maranhão. 

 

Assista a reportagem de Ely Coelho:

– Publicidade –

Outros destaques