quarta-feira, 22 de maio de 2024

Justiça concede liberdade a suspeito de matar a companheira grávida

Um dia após ser preso, a Justiça do Maranhão concedeu liberdade a Warlisson Lima da Silva, que é o principal suspeito de estrangular e matar a companheira, Nicole Souza, de 20 anos. Ela estava grávida de três meses. O crime aconteceu na última sexta-feira, dia 19 de abril, na cidade de Santa Luzia.

Ele foi preso dentro do hospital onde Nicole foi levada para ser socorrida, mas já chegou sem vida. Nicole foi encontrada com sinais de estrangulamento no pescoço, causado por outra pessoa.

Na audiência de custódia, a juíza alegou falta de provas suficientes para manter a prisão, aplicando medida cautelar que o impede de sair de Santa Luzia sem autorização judicial durante o processo.

A decisão gerou preocupação na Polícia Civil do Maranhão, que vê enfraquecimento da investigação, uma vez que todas as evidências apontam Warlisson como autor do crime.

O delegado Elson Ramos destacou a intimidação das mulheres em denunciar casos de violência, afirmando que a decisão da Justiça desencoraja ainda mais as vítimas.

– Publicidade –

Outros destaques