Siga-nos

Esportes

Lanterna Sampaio enfrenta líder Fortaleza no Estádio Castelão

Publicado

em

O Sampaio Corrêa enfrenta o líder Fortaleza nesta sexta-feira (14) às 21h30 em jogo válido pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A palavra decisão estará presente cabeceira do Sampaio Corrêa até o fim da Série B. Não tem como ser diferente, afinal, a equipe Tricolor precisa de uma sequência vitoriosa para escapar da zona de fogo e se manter na segunda divisão do futebol nacional.

Atualmente, o Leão do Pici tem 47 pontos, apenas um à frente do CSA, que tem uma partida a mais. O Atlético Goianiense 43 e ainda entra em campo.

Fechando o G4, Vila Nova, com 43 – e que venceu os alagoanos na abertura da rodada. Goiás e Avaí, com 42, podem entrar na zona de acesso ao Brasileirão de 2019. A Bolívia Querida é lanterna com 22 pontos. Os demais integrantes do Z4 são: Brasil-RS e Juventude, com 28, e Boa Esporte, com 24. CRB e Paysandu, com 29, são os primeiros fora.

Para o jogo, o técnico do Sampaio, Marcinho Guerreiro, vai ter que improvisar César Sampaio e Silva na zaga. Isso porque, além de Maracás, Fredson e Odair Lucas estão suspensos. Além disso, Rogério e Joécio se recuperam de lesões.

Outra mudança será no meio de campo, com a entrada de William Oliveira no lugar do suspenso Adilson Goiano. Além disso, Fernando Sobral será recuado para a posição que vinha sendo de Jocinei, que está com uma entorse no tornozelo. Esse deslocamento recoloca Bruninho no time titular.

“Sei que a nossa fase não é boa, e isso acaba afastando um pouco a torcida, mas é nessa hora que mais precisamos do apoio deles. O grupo está fechado, queremos muito dar uma resposta a quem já nos vê como rebaixados, e vamos nos desdobrar em campo para escapar dessa situação incômoda”, afirmou o meia Fernando Sobral.

O técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, terá seis desfalques para a partida. O meio de campo é o setor mais preocupante, com os volantes Nenê Bonilha e Jean Patrick e o meia Marlon indisponíveis por conta de lesões. Os volantes Igor Henrique e Pablo, que foram expulsos na última partida, e o zagueiro Diego Jussani, que recebeu o terceiro cartão amarelo, estão suspensos. Com tantas ausências, o treinador não confirmou a escalação titular, mas deve manter o sistema tático que vem sendo utilizado.

“Agora teremos doze finais pela frente e precisamos estar preparados. O grupo está muito consciente das dificuldades que terá nos próximos meses, mas motivado e confiante no trabalho que vem sendo realizado. Vamos lutar muito para colocar o Fortaleza na Série A”, disse o atacante Éderson em entrevista coletiva.