sexta-feira, 21 de junho de 2024

Lobão Filho denuncia suposta participação de presidente do TCE em compra de votos

 Governadora Roseana Sarney gravou conversa por telefone de Edmar Cutrim, presidente do TCE, com o deputado Raimundo Cutrim

 

Acompanhado de correligionários, dentre eles o secretário de Saúde Ricardo Murad, o candidato ao governo do Estado pela coligação “Pra Frente Maranhão”, Lobão Filho, convocou a imprensa para denunciar um suposto esquema de compra de votos envolvendo o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Edmar Cutrim.

 

Lobão filho entregou aos jornalistas um áudio do que seria a ligação de Cutrim falando sobre um suposto esquema de compra de votos. De acordo com Lobão Filho, a gravação foi obtida de forma não autorizada pela governadora Roseana Sarney.

 

“O fato que ensejou tudo isso aqui que estamos falando é que ontem , por volta das 16h04, a governadora fez uma ligação para o presidente do TCE, Edmar Cutrim, ele não percebeu que havia atendido e falou durante 30 minutos com uma outra pessoa sem perceber”.  denunciou Lobão Filho.

A gravação não é nítida, mostra o presidente do TCE em uma conversa com o deputado Raimundo Cutrim sobre o momento político atual. A denúncia acontece um dia após o Prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, filho de Edmar Cutrim, declarar apoio ao candidato Flávio Dino.

Perguntado sobre o que teria motivado o rompimento do presidente do TCE com o grupo de Sarney, o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, esquivo não soube responder.

“Nos sempre desconfiamos, mas a coligação é maior do que eu”, disse Ricardo Murad.

 

Mas, em seu perfil na rede social, o secretário Ricardo Murad, afirma que já conhecia a prática a décadas.

 

“Finalmente veio à tona – Pelas palavras do próprio – Os crimes que ele vem cometendo há décadas impunemente.”

Segundo o candidato, o corpo jurídico da coligação vai pedir o afastamento do Presidente do Tribunal.

 

” Os meu advogados já estão estudando a forma de suspender  o presidente do TCE para que ele fique suspende do pode de julgar , que o cargo lhe confere.

 

Defesa

O conselheiro Edmar Cutrim enviou nota e negou qualquer tipo de participação nestas eleições e em compra de votos.

Nota

Sobre as declarações do candidato a governador Lobão Filho, em entrevista coletiva concedida na tarde desta quinta-feira (02), o presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA), conselheiro Edmar Cutrim, presta, com o objetivo de estabelecer a verdade, os seguintes esclarecimentos:

01 – Na condição de conselheiro-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, repudia veementemente o fato do seu nome e cargo que ocupa estarem sendo utilizados para fins eleitoreiros.

02 – Mesmo sendo notório que, como cidadão, tenha o direito constitucional de expressar livremente suas convicções, além de possuir familiares exercendo e postulando cargos eletivos, nunca se utilizou de sua condição funcional para influenciar processos políticos e eleitorais.

03 – Na qualidade de presidente, a propósito, não relata processos de contas distribuídos ao Tribunal.

04 – O presidente afirma, por fim, que não admitirá o uso do seu nome para criar fatos políticos as vésperas das eleições e tomará, no foro próprio, as medidas cabíveis para defesa de sua honra. 

– Publicidade –

Outros destaques