sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Lobão prestou depoimento na Polícia Federal ontem (18)

O Lobão (PMDB-MA), assim como a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, está sendo investigado na Operação Lava-Jato e prestou depoimento na última segunda-feira (18), na Polícia Federal (PF). De acordo com o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, mais conhecido como Kakay, o senador negou qualquer participação em irregularidades investigadas na operação.

O depoimento do Lobão, segundo Kakay, durou 45 minutos. A Operação Lava-Jato apura principalmente atos de corrupção envolvendo a Petrobras.

Lobão foi citado no depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Ele está colaborando com a Justiça em troca da redução da pena por meio de um acordo de delação premiada.

 

Em depoimento, Paulo Roberto afirmou que em 2010 enviou R$ 2 milhões em espécie para a campanha à reeleição da governadora do Maranhão Roseana Sarney, a pedido do então ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. De acordo com Paulo Roberto, ele se reuniu pessoalmente com Lobão, que teria lhe feito o pedido.

O advogado afirmou ainda que já apresentou um recurso para arquivar o inquérito.

– Publicidade –

Outros destaques