terça-feira, 3 de agosto de 2021

Mais de 19 mil famílias recebem cartões-alimentação no MA

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Diante do crescimento no número de pessoas em situação de insegurança alimentar grave no Brasil, intensificado pela pandemia da Covid-19, a Vale está unindo reforços com associações que atuam para o combate à fome para distribuir 1 milhão de cestas básicas no Brasil. Cerca de 70% dessas famílias receberão as doações em cestas ou cartões-alimentação, mensalmente, por 6 meses. No Maranhão, já foi entregue o cartão-benefício a 19.745 famílias, de 33 municípios.

Novos cartões serão entregues no mês de agosto às mesmas famílias beneficiadas. Estes, devem ser utilizados até o final da campanha. Também vão ser doadas cestas básicas para instituições locais.
A distribuição dos cartões-alimentação, viabilizados pela Alelo, ocorreu na capital maranhense e em municípios do interior, e foi realizada pelo Instituto Nordeste Cidadania, por meio da parceria da Fundação Vale e com apoio do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (WFP), da Organização das Nações Unidas (ONU).

Além de São Luís, estão sendo beneficiadas famílias dos municípios de Santa Inês, Cidelândia, Alto Alegre do Pindaré, Itinga do Maranhão, São Francisco do Brejão, São Pedro da Água Branca, Vila Nova dos Martírios, Açailândia, Cajari, Bom Jesus das Selvas , Buriticupu, Bom Jardim, Mata Roma, Anapurus, Santa Quitéria do Maranhão, Arari, Matinha, Anajatuba, Santa Rita, Itapecuru Mirim, Miranda do Norte, Bacabeira, Cachoeira Grande, Tufilândia, Igarapé do, Monção, Vitória do Mearim, Pindaré -Mirim, Santa Luzia, Serrano do Maranhão, Apicum-Açu e Luís Domingues.

“Nunca foi tão necessário como agora, em meio à pandemia da Covid-19, ajudar quem enfrenta dificuldades para se alimentar diariamente. Conectando com o nosso propósito de melhorar a vida e transformar o futuro das pessoas, estamos somando flexão no combate à fome e esperamos que outras empresas também venham a apoiar esta causa “, afirma Eduardo Bartolomeo, Presidente da Vale.

Frentes de atuação

A distribuição das cestas foi dividida em três frentes: o WFP está oferecendo apoio técnico e logístico a ONGs parceiras, que estão fazendo a distribuição dos alimentos para municípios do Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará e Mato Grosso do Sul, por meio de cestas básicas ou cartões-alimentação. Esta ação conta também com apoio de governança da Deloitte no processo. O Movimento Panela Cheia está responsável por distribuir alimentos para os demais estados do país e, dentro dele, a CUFA. Já a atuação do União Rio será focada no Rio de Janeiro.

A Ação da Cidadania e a Rede Voluntária Vale, plataforma de voluntariado da empresa, aberta a toda a sociedade, está mobilizando as pessoas mencionadas em doar, em todo o país, a se unirem a causa. A cada R $ 1 doado pelo site da Rede Voluntária, a Vale fará uma doação de R $ 10. A meta é alcançar R $ 2 milhões em doações da Vale, que serão revertidos em cestas básicas a serem entregues pela Ação da Cidadania no Maranhão , e também no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará e Mato Grosso do Sul. Para doar: https://redevoluntariavale.com.br/

“Ficamos felizes por unir painéis com a Vale e outras empresas que buscam olhar e transformar vidas que passam despercebidas. Quando nos juntamos por um mesmo propósito o alcance é maior, e é isso o que queremos, que além de provocar o engajamento de empresas e cidadãos, que a gente garante garantir para mais famílias – o mínimo de direito de qualquer ser humano ”, conclui o presidente do Conselho da Ação da Cidadania, Daniel Souza.

– Publicidade –

Outros destaques