sábado, 24 de setembro de 2022

Mais um indígena Guajajara assassinado na TI Arariboia; é o terceiro só no mês de setembro

A escalada de violência crescente na Terra Indígena Arariboia fez mais uma vítima do povo Guajajara.

O indígena Antônio Cafeteiro Sousa Silva Guajajara foi assassinado com 6 tiros, na madrugada do domingo (11), na estrada do povoado Jibóia, em Arame-MA.

Antônio morava na aldeia Lagoa Vermelho, na TI Arariboia. Sua morte é o reflexo do descaso do governo brasileiro, que deve garantir a proteção territorial dos povos indígenas. Sendo omisso contribui para insegurança nos territórios.

Só neste mês de setembro foram 3 mortes violentas de indígenas Guajajara.

Setembro

Na madrugada de sábado (3), dois indígenas da etnia Guajajara foram mortos, nos municípios de Amarante do Maranhão e Arame.

O guardião da TI Arariboia, Janildo Oliveira Guajajara foi assassinado com muitos tiros nas costas, em Amarante do Maranhão. Outro indígena da mesma etnia foi baleado e está internado em uma unidade de saúde da região.

Em Arame, Jael Carlos Miranda Guajajara, de 34 anos, morreu às 3h da manhã, do mesmo dia. Informações preliminares destacam que a morte foi por conta de um atropelamento, porém o povo desconfia que seja mais um assassinato.

– Publicidade –

Outros destaques