quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Medeiros termina as 48 horas em terceiro entre os Quadriciclos

O Maranhense Marcelo Medeiros, da Tag Racing, tem pilotado em seu melhor desempenho em todo seu histórico de participações no Dakar, desde o início desta 46ª edição se mantendo entre os primeiros lugares. Na inédita e mais dura especial da competição – o enduro de 48 horas da sexta etapa – o maranhense completou os 625 quilômetros de especial em 10h21m16s, o terceiro melhor tempo dos quadriciclos. Na soma acumulada de tempos, o piloto da Yamaha Raptor #177 conserva o terceiro lugar na classificação na categoria, com 34h28m20s.

A novidade esperada para este Dakar foi disputada nesta quinta e sexta-feira. O cenário foi o trecho do deserto Rub’Al Khali – a maior área contínua coberta de areia do planeta – conhecido como “Empty Quarter” (Quadrilátero Vazio), com cadeia de dunas de areias finas cruzando com trechos de lagoa salgada seca (chotts) na totalidade do percurso. A navegação foi o principal obstáculo desta especial dupla, que exigiu extremo cuidado, com referências difíceis de avistar e pontos de controles escondidos. Os competidores puderam prosseguir por oito horas seguidas para então descansar num dos sete bivaques (acampamento) espalhados no percurso para reabastecer, se alimentar e descansar, passando a noite no deserto, sem qualquer ligação ou informação sobre os seus oponentes e isolados do resto do mundo, antes de relargar na manhã seguinte. O desafio cumpriu com a promessa de um novo paradigma dentro das competições de longa distância de off-road. 

“Esse enduro de 48 horas foi duro, técnico e exigiu atenção o tempo inteiro. Qualquer deslize poderia significar uma grande perda na cronometragem e eu fiquei concentrado em todo percurso. O quadri também se comportou bem, com poucos problemas e deu tudo certo. Foi um desafio que exigiu muita superação comigo mesmo, mais com os obstáculos que encontrei no percurso. O importante é que chegamos bem, ainda estamos entre os três melhores e agora é focar para que terminemos as etapas nessa fase final da competição com o melhor resultado possível”, comenta o maranhense da Tag Racing.

Ainda nesta sexta-feira, as equipes seguem para a capital da Arábia Saudita, Riad, onde permanecerão durante o sábado para o devido descanso. Os competidores partirão, neste domingo, para a segunda metade da mais relevante competição off-road do mundo. O próximo desafio de 483 quilômetros da sétima etapa terá na sua fase inicial um labirinto de cânions com constantes mudanças de direção. Já no fim, outra nova cadeia de dunas até Al Duwadimi vão favorecer aqueles que já acostumaram com o terreno arenoso que predomina no país. Uma etapa que pode mexer com as tabelas de classificação, já que proporciona amplas oportunidades de recuperação aos experientes.

O roteiro da 46ª edição do Dakar terá aproximadamente 8 mil quilômetros, dos quais cerca de 4,7 mil são de trechos cronometrados. Este ano, o percurso do Dakar terá até 60% de trechos inéditos e em quase todas as etapas passam por dunas.

O Dakar 2024 conta pontos para o Mundial de Rally Cross Country (FIA e FIM).

Mais informações: www.dakar.com e App Dakar Rally 2024.

Marcelo Medeiros conta com patrocínio da Mardisa Mercedes-Benz e da Taguatur Fiat.

ETAPA 6 (SUPER ETAPA) – 48 horas

Quinta-feira e Sexta-feira, 11 e 12/01

Shubaytah > Shubaytah

Especial: 584 km

Deslocamentos: 234 km

Total da etapa: 835 km

Resultado da sexta etapa – Quadriciclos:

1) #172 (Fra) Alexandre Giroud, Yamaha Racing – Smx – Drag’on, 09h57m12s

2) #174 (Arg) Manuel Andujar, 7240 Team / Dragon Rally Service, 09h58m37s (+01m25s)

3) #177 (Bra) Marcelo Medeiros, Taguatur Racing Team, 10h21m16s (+24m04s)

4) #171 (Svk) Juraj Varga, Varga Motorsport Team, 11h15m58s (+28m46s)

5) #170 (Ltu) Laisvydas Kancius, Story Racing, 11h46m29s (+49m17s)

6) #175 (LTU) Antanas Kanopkinas, Cfmoto Thunder Racing, Team, 03h38m43s (+1h47m37s)

7) #179 (SAU) Alnoumesi Hani, Hani Alnoumesi,

8) #178 (FRA) Samuel Desbuisson, Drag’on Rally Team,

9) #176 (Esp) Toni Vingut, Visit Sant Antoni – Ibiza, 91h45m00s (+81h47m48s)

Classificação acumulada após seis etapas – Quadriciclos:

1) #174 (Arg) Manuel Andujar, 7240 Team/ Dragon Rally Service, 33h44m00s

2) #172 (Fra) Alexandre Giroud,Yamaha Racing – Smx – Dragmon, 34h02m54s

3) #177 (BRA) Marcelo Medeiros, Taguatur Racing Team, 34h28m20s

4) #171 (Svk) Juraj Varga, Varga Motorsport Team, 35h55m04s

5) #170  (Ltu) Laisvydas Kancius, Story Racing, 37h18m46s

6) #175 (LTU) Antanas Kanopkinas, Cfmoto Thunder Racing, Team,

7) #179 (SAU) Alnoumesi Hani, Hani Alnoumesi,

8) #178 (FRA) Samuel Desbuisson, Drag’on Rally Team,

9) #176 (ESP) Toni Vingut, Visit Sant Antoni – Ibiza, 147h51m40s

ROTEIRO DAKAR 2024 (ARÁBIA SAUDITA)

DESCANSO – Sábado, 13/01 – Riad       

ETAPA 7 — Domingo, 14/01

Riade > Al Duwadimi

Especial: 390 km

Deslocamentos: 483 km

Total do dia: 873 km

ETAPA 8 — Segunda-feira, 15/01

Duwadimi > Saudar

Especial: 458 km

Deslocamentos: 220 km

Total do dia: 678 km

ETAPA 9 — Terça-feira, 16/01

Hail > Al Ula

Especial: 417 km

Deslocamentos: 222 km

Total do dia: 639 km

ETAPA 10 — Quarta-feira, 17/01

Al Ula > Al Ula

Especial: 371 km

Deslocamentos: 238 km

Total do dia: 612 km

ETAPA 11 — Quinta-feira, 18/01

Al Ula > Yanbu

Especial: 480 km

Deslocamentos: 107 km

Total do dia: 587 km

ETAPA 12 — Sexta-feira, 19/01

Yanbu > Yanbu

Especial: 175 km

Deslocamentos: 153 km

Total do dia: 328 km

PERCURSO: 7.614 km totais | 4.635 km de especiais

– Publicidade –

Outros destaques