terça-feira, 16 de abril de 2024

Militar que matou vizinho negro no RJ foi candidato a vice-prefeito em Paço do Lumiar

Foto: Reprodução/Instagram

O sargento da Marinha, Aurélio Alves Bezerra, preso em flagrante após matar seu vizinho de condomínio, Durval Teófilo Filho, de 38 anos, após ‘confundí-lo com um bandido’, foi candidato a vice-prefeito de Paço do Lumiar, no Maranhão, pelo PSC em 2020. O militar compunha a chapa ao lado de Karla Maria.

O caso aconteceu em São Gonçalo, região metropolitana da capital carioca, na noite de quarta-feira (2). Em depoimento à Polícia Civil, o militar afirmou que não reconheceu o vizinho e pensou se tratar de um ladrão.

Aurélio contou que estava voltando de uma viagem e ao chegar em casa viu um homem se aproximando do seu carro muito rapidamente. Ele disparou três vezes e, ao sair do carro, viu que Durval não estava armado e teria informado ser morador do condomínio. O sargento disse que disparou porque “a localidade é perigosa e costuma ter muitos assaltos”.

Confira a nota da polícia:

Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (03/02), o militar da Marinha acusado da morte de Durval Teófilo Filho.

Segundo declaração do autor, ele atirou na vítima em reação a uma suposta tentativa de assalto, enquanto a mesma caminhava e mexia em sua mochila.

Ao constatar seu erro, o acusado prestou imediato socorro a Durval, levou para um hospital, mas ele não resistiu”.

– Publicidade –

Outros destaques