quinta-feira, 30 de maio de 2024

Moto abre dois gols, mas sofre apagão e leva empate

Nos primeiros 90 minutos da decisão que leva o vencedor à Série C do Campeonato Brasileiro, Moto Club e Tombense empataram em 2 a 2. O time da casa abriu 2 a 0 com Diego Renan e Fabiano, mas sofreu apagão e tomou o empate em apenas 5 minutos.

 

Agora, para o jogo de volta em Tombos, em Minas Gerais, o Tombense tem a vantagem de poder empatar em 1 a 1 ou vencer pelo placar mínimo para conseguir o tão sonhado acesso à Série C.

 

O jogo

 

Jogando em casa, o Moto Club logo tomou a iniciativa da partida, pressionando o adversário para logo abrir o placar. Felipe foi quem teve a primeira chance, mas desperdiçou de maneira incrível. Mas a pressão deu resultado em seguida. O gol veio logo aos sete minutos, com o lateral Diego Renan.

 

Apesar do gol sofrido, Tombense não se abate. Time tocava a bola com tranquilidade e avançava no campo de ataque e o Moto caiu de rendimento de forma drástica, apenas assistindo ao adversário jogar. Em um lance de perigo, o goleiro Ruan fez bela defesa na pancada de fora da área.

 

Com jogadores mais experientes, a equipe de Tombos começava a crescer no jogo e o goleiro Ruan apareceu muito bem mais uma vez para salvar com o pé o time do Maranhão e impedir o gol do Tombense. A bola, chutada por Élvis ainda bateu na trave depois de pegar no pé do arqueiro. Com o Papão do Norte acuado, inoperante, o gol do time visitante parecia ser questão de tempo.

 

No começo do segundo tempo o Gavião do Carcará, em busca do empate, manteve o bom futebol do fim da primeira etapa e voltou melhor. Logo aos 3 minutos, Francismar quase vai às redes em boa cobrança de falta, que passou perto do gol de Ruan.

 

Contudo, a pressão do time visitante não durou muito. Empurrado pela torcida, o rubro-negro maranhense retomou as rédeas da partida e voltou a se impor, principalmente depois da entrada de Henrique. Logo em sua primeira participação, o jogador tomou a bola, puxou contra-ataque e rolou na medida para Fabiano, que com a frieza exigida de um goleador, empurra pro gol com tranquilidade.

 

Mas a vantagem no placar durou muito pouco. Dois minutos depois, a zaga do Moto não matou a jogada e o artilheiro Élvis, em boas condições, bateu sem chances pro goleiro Ruan, pra diminuir o placar. E o apagão da zaga maranhense foi total. Aos 22, três minutos depois de sofrer o primeiro gol, foi a vez de Coutinho deixar a zaga maranhense perdida e empatar o jogo.

 

Depois do “apagão”, o Moto voltou a pressionar para sair com a vitória dentro de casa. Aos 34, Henrique teve a chance de colocar o Moto à frente do placar mais uma vez, mas bateu fraco e facilitou a defesa do goleiro. Aos 40, outra chance. Diego Renan foi à linha de fundo e cruzou com perigo, mas ninguém aproveita e a bola se perde. E a blitz do Papão do Norte perdurava, mais uma vez com Henrique, que invade a área, dribla dois zagueiros e bate. A bola desvia e bate na trave. Na volta, Gabriel chuta e Wellington salva o Gavião. A pressão, que foi até aos 51 minutos não deu resultado e o jogo terminou mesmo empatado no Maranhão.

 

Próxima partida

 

O jogo da volta que definirá quem conquista o tão sonhado acesso à Série C acontece em Tombos, no estádio Almeidão, no próximo domingo, às 17 horas. 

 

– Publicidade –

Outros destaques