quarta-feira, 30 de novembro de 2022

Nota de comércio varejista do IMESC repercute alta no volume de vendas em agosto de 2022

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume de vendas do comércio varejista restrito maranhense cresceu 1,2% em agosto em comparação com o mês anterior. Esse dado é apontado pela Nota de Comércio Varejista, referente a agosto de 2022, lançada nesta segunda-feira (24) pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos Cartográficos (IMESC), autarquia vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (SEPLAN).

Com o resultado, o varejo restrito estadual chegou à sétima variação positiva no ano. Em comparação com agosto de 2021, o volume de vendas apresentou avanço de 3,2%. No ano, o varejo restrito expandiu 1,0%. Em relação ao comércio varejista ampliado (que inclui as atividades de “veículos, motos, partes e peças” e “material de construção), houve alta de 1,2% em agosto contra julho. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, as vendas aumentaram 1,1%.

“O bom resultado do varejo estadual em agosto permite expectativas positivas para os próximos meses, onde se concentram datas que aquecem o comércio, como o Dia das Crianças, ocorrido neste mês; a Black Friday; a Copa do Mundo; e, a principal de todas, o Natal. Todavia, deve-se ficar atento a fatores que devem limitar os ganhos do setor no período, como a inflação e a inadimplência, que reduzem o poder de compra dos consumidores”, destaca a presidenta do IMESC, Talita Nascimento.

O comércio varejista maranhense abriu 3.195 postos de trabalhos formais no acumulado de janeiro a agosto de 2022. Das dez atividades que compõem o varejo ampliado, sete apresentaram saldo positivo, com destaque para atividades “material de construção” e “veículos, motos, partes e peças”, que assinalaram 896 e 862 novos vínculos respectivamente.

Em junho, o varejo restrito estadual cresceu 0,2% frente a maio e 1,5% na comparação com o mesmo mês de 2021. Ao mesmo tempo, o varejo ampliado recuou 1,6% no comparativo com o mês anterior. Em abril, o varejo restrito expandiu 0,6% perante março e 4,2% frente ao mesmo mês de 2021. O varejo ampliado, por sua vez, registrou alta de 0,9% em relação ao mês antecedente.

As Notas de Comércio Varejista dos meses de abril e junho de 2022 foram concluídas durante o período eleitoral de 2022 e, conforme indica a legislação eleitoral, estão sendo lançada após o pleito estadual do corrente ano.

– Publicidade –

Outros destaques