quinta-feira, 18 de agosto de 2022

O Rotary Club São Luís Praia Grande presta homenagem a Henrique de Araújo Pereira

Henrique de Araújo Pereira fundador do primeiro Rotary Club em Imperatriz

O Rotary Club São Luís Praia Grande prestou, na última quinta-feira (21/07/2022), uma homenagem ao advogado Henrique de Araújo Pereira, rotariano que deu grande contribuição ao Rotary fundando o primeiro clube em Imperatriz.
A reunião foi realizada na sede da Associação dos Rotarianos, na Península da Ponta d’Areia, onde se reúnem os clubes de Rotary de São Luís.
Na reunião, a rotariana Concita Lemos falou sobre a Família Rotária e em seguida o advogado e ex-deputado Dorian Riker Teles de Menezes falou sobre Henrique de Araújo Pereira, com quem trabalhou em Imperatriz, e sobre a atuação de Henrique como responsável pela agregação de representantes de diversos segmentos da comunidade imperatrizense para a criação do primeiro Clube de Rotary na cidade.
Dorian Menezes também presidiu o Clube do Rotary de Imperatriz, em cujo mandato o Clube iniciou a construção de sua primeira sede própria, onde passou a realizar suas reuniões, antes feitas em locais diversos.
Em sua fala Dorian relembrou fatos da história de Imperatriz, das dificuldades daquela época e da importância da atuação do Rotary, muitas vezes em parceria com a Maçonaria, em ações para a melhoria da vida da comunidade.
Dorian enfatizou que “o que Rotary fez ali naquela região, o que os companheiros enfrentaram e o que o Dr. Henrique ajudou a que fosse feito é algo que a gente, quando se senta para relembrar, dá saudade. Eu estou feliz em estar com vocês aqui. O Rotary é verdadeiramente uma instituição que merece a nossa referência, Desde 1905, quando foi fundado por Paul Harris, desde aquela época, você veja, o mundo inteiro tem Rotary. O mundo inteiro. Cada vez mais precisamos nos fortalecer. Precisa que a juventude compreenda isso. Que os mais jovens compreendam a necessidade que temos de nos unir para discutir os assuntos que mais de perto nos tocam. Não nos dividir como está em política. É tão difícil até para gente falar. A gente tem que ter muito cuidado porque cada um tem a maneira de ver e de se expressar. Mas o ideal é quando nós olhamos o conjunto. Tenhamos uma meta e essa meta nos leve a olhar de uma forma a que nós nos entendamos e possamos nos unir.”
Emocionado, disse Dorian, “com certeza, o saudoso companheiro Henrique, estaria muito feliz se pudesse estar aqui neste momento, que também chamo de congraçamento, porque me faz ter saudade, não só do companheiro, mas daquele tempo, que até emociona a gente, em que a gente vivia como irmão, verdadeiros amigos, mesmo, na busca de contribuir.”
Dorian Meneses e sua esposa Ivani Meneses, que também compareceu à reunião, estavam também representando Maria do Livramento Colins Pereira, viúva de Henrique Pereira, que ainda emocionada pela perda recente de seu marido, não compareceu.
Mariazinha, como é carinhosamente chamada pelos amigos, enviou para o clube exemplares dos dois livros de autoria de Henrique Pereira, para serem distribuídos aos presentes.

– Publicidade –

Outros destaques