sexta-feira, 27 de maio de 2022

G10 Editora

Onça-pintada é morta e exibida como ‘troféu’ em Lago da Pedra

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

No último domingo (23), foi registrado um crime ambiental na cidade de Lago da Pedra. Uma onça-pintada foi morta e exibida como troféu pelas ruas da cidade maranhense.

Leia também: Onça preta é morta em Território Indígena no Maranhão e caçadores debocham em vídeo

De acordo com informações, o animal foi morto no povoado Catarina, localizado na zona rural do município, no Maranhão, e colocado na garupa de moto. As imagens da onça foram divulgadas nas redes sociais. O animal sem vida chamou atenção de muitos curiosos da cidade.

Segundo a legislação brasileira, matar qualquer animal silvestre é crime ambiental punido com pena prevista de seis meses a três anos de prisão, e multa.

Segundo o Ibama, a espécie está classificada como vulnerável à extinção. Sendo que os maiores fatores de risco para esses animais decorrem de ações humanas: a destruição do ambiente nativo e a caça para venda irregular de partes do corpo, em especial pele, dentes e garras.

A pena para quem comete esse tipo de crime varia de seis meses a um ano de prisão, além de multa. Ela pode ainda ser dobrada, caso a vítima seja um animal ameaçado de extinção; e triplicada, se ficar comprovado que a caça era feita de forma profissional.

Dia da Onça Pintada

No dia 29 de novembro é comemorado o Dia Nacional da Onça-pintada, o maior felino das Américas, topo da cadeia alimentar, símbolo da conservação da biodiversidade brasileira, de força, de exuberância, ao mesmo tempo tão vulnerável às perdas de habitat e à caça.

– Publicidade –

Outros destaques