terça-feira, 4 de outubro de 2022

Polícia captura suspeita de participar de execução após 3 anos do brutal crime

A Polícia Civil do Maranhão conseguiu localizar e apreender uma jovem suspeita de participar de um latrocínio, ocorrido em novembro de 2018, na região do polo Coroadinho, em São Luís. A ação policial foi executada pela Delegacia do Adolescente Infrator (DAI) com apoio da Seccional Oeste da SPCC.

De acordo com as investigações, na ocasião do crime, dez criminosos invadiram a casa de um desafeto para executá-lo, mas no momento da ação, o vizinho abriu a janela para ver o que acontecia e foi percebido pelos criminosos, que decidiram invadir a sua casa também.

A vítima tinha 28 anos e foi assassinada dentro de sua própria casa diante dos parentes, com disparos de arma de fogo e golpes de faca. Na ação, os criminosos roubaram ainda uma televisão, um aparelho de som e o celular da vítima.

A associação criminosa já tinha agido de forma parecida antes, invadindo e pinchado residências na região.

Segundo a DAI, atualmente com 20 anos, a jovem foi localizada após a Polícia Civil receber denúncia anônima indicando o possível paradeiro da foragida no bairro Vila Piçarreira, em São José de Ribamar.

Após as formalidades cartorárias, e por ter cometido o crime ainda menor de idade, a jovem foi encaminhada ao Instituto Florescer, bairro Anil, em São Luís, onde permanecerá à disposição da Justiça Infanto-Juvenil.

– Publicidade –

Outros destaques