sexta-feira, 12 de abril de 2024

Polícia prende suspeitos de roubar bancos em São Luís e Caxias

Foto: Reprodução

Duas ações envolvendo a Polícia Civil do Maranhão resultaram em prisões na capital de São Luís, e no município de Caxias-MA. Na capital, um acusado foi preso por conta de envolvimento em uma explosão ao Banco do Bradesco, no bairro do São Francisco. A outra prisão em Caxias-MA, de um acusado de ter participado na tentativa de um sequestro do Banco do Brasil do município.

As informações repassadas pelo Superintendente de Superintendência de Investigações Criminais (Seic), foram que o primeiro acusado, de 26 anos, natural de São Luís, foi preso nesta quarta-feira (05), devido ao cumprimento de um Mandado de Prisão Preventiva, por conta de ele ser integrante de uma associação criminosa, suspeito de ter participado da explosão da agência bancária do Bradesco, no bairro do São Francisco. A ação criminosa aconteceu no dia 29 de agosto do ano passada, na capital.

A Polícia Civil informa ainda que este foi o 5º suspeito preso em decorrência do mesmo crime investigado. Após as formalidades legais o suspeito foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde e permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Em Caxias
Em relação à outra prisão em Caxias-MA, a Polícia Civil do Maranhão, deu cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva, em desfavor do acusado de 51 anos, natural de Barra do Corda – MA. Ele foi preso semana passada no Piauí, por conta de um crime de sapatinho (Extorsão mediante sequestro).

O suspeito é investigado por ser integrante de um grupo criminoso, o qual tentou sequestrar o gerente do Banco do Brasil, do município de Caxias. O crime ousado aconteceu no dia último dia 7, ocasião em que os criminosos efetuaram um disparo de arma de fogo, contra o gerente abordado.

O criminoso é também investigado, por conta do envolvimento dele, pelo crime de extorsão mediante sequestro, crime este ocorrido no dia 17 de dezembro do ano passado, em desfavor de um funcionário de uma instituição financeira da cidade de Timon/MA. As investigações continuam, no sentido que o caso seja concluído.

– Publicidade –

Outros destaques