domingo, 25 de setembro de 2022

Polícia procura homens que executaram empresário em festa, no Itapiracó

A polícia, através da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), continua a fazer buscas pelos suspeitos de terem assassinado o engenheiro e empresário Weshley Oliveira de Albuquerque, de 32 anos. A vítima foi morta a tiros durante uma festa, na manhã deste domingo (21), no bairro Alto do Itapiracó, em São José de Ribamar, na região Metropolitana de São Luís.

O crime foi praticado após uma confusão generalizada no local, conhecido como ‘Mansão’. A vítima foi baleada 23 vezes que atingiram várias partes do corpo, como cabeça e tórax.

A polícia informou que a vítima teria sido confundida e os suspeitos acharam que ela era polícial. A confusão começou após uma mulher se aproximar do
amigo da Weshley e apontá-lo para um homem que também estava na festa.

O amigo de Weshley Oliveira então começou a ser agredido e o empresário foi tentar defender o amigo, momento em que os suspeitos viram que ele estava com uma na cintura. Os suspeitos sacaram armas e atiraram em Weshley, que morreu no local.

Segundo a Polícia Civil, Weshley Oliveira tinha porte de arma e foi apurado que ele não possuía envolvimento com nada ilícito. Os atiradores são suspeitos de participarem de uma facção criminosa.

Eles fugiram no veículo de Weshley Oliveira e ainda roubaram os pertences pessoais dele e a arma que estava com a vítima.

O veículo foi abandonado pelos criminosos na Rua do Fio, no bairro Nova Jerusalém II, em Paço do Lumiar. Os dois suspeitos fugiram em uma moto Honda CG 150 Fan ESI, cor preta, de placa NXF-2036, que roubaram.

– Publicidade –

Outros destaques