quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

Polícia Rodoviária flagra veículo com sistema antipoluição inoperante em Imperatriz

Em fiscalização no km 260 da BR-010 no município de Imperatriz, uma equipe PRF abordou um caminhão de placas do estado de Minas Gerais e, durante a fiscalização, identificou que o indicador de nível do tanque de Arla 32 indicava que estava vazio, juntamente com o sinal de alerta no computador de bordo do veículo, o que comprova a falha no funcionamento do sistema de redução catalítica seletiva (SCR), relacionado ao controle de Óxidos de Nitrogênio para controle de Enxofre.

O Arla 32 foi introduzido no Brasil em 2012 quando a fase P7 do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (PROCONVE) entrou em vigor. Assim, a grande maioria dos veículos pesados movidos a diesel introduziram o sistema de pós tratamento de poluentes – SCR, que necessita de Arla 32 para seu correto funcionamento. A ausência do reagente no sistema causa o aumento das emissões de NOx do motor, em pelo menos cinco vezes mais.

A empresa proprietária do veículo, assim como o condutor incorrem, em princípio, no crime de causar poluição. O condutor assinou o termo de compromisso de comparecimento em juízo. A ocorrência foi encaminhada ao IBAMA para apuração das infrações administrativas ambientais.

– Publicidade –

Outros destaques