quarta-feira, 30 de novembro de 2022

Porto do Itaqui ultrapassa os 5 milhões de toneladas de milho

O Porto do Itaqui movimentou mais de 5 milhões de toneladas de milho neste ano, marca que está 81% acima do volume de milho movimentado durante todo o ano de 2021. Até esta primeira semana de novembro, foram embarcadas pelo porto público do Maranhão mais de 16 milhões de toneladas de grãos, considerando soja, farelo de soja e milho, um crescimento de mais de 22% em relação ao mesmo período do ano passado.

A soja, em fim de safra, segue na dianteira com mais de 11 milhões de toneladas movimentadas ao longo do ano. No total, o Itaqui movimentou mais de 29 milhões de toneladas de cargas neste ano, volume 8% acima do que foi registrado no mesmo período do ano passado, com destaque para o milho, com 5 milhões de toneladas embarcadas de janeiro a outubro. Só neste mês, a carga de milho chegou a 1,2 milhão de toneladas.

“Esses números confirmam o novo patamar de capacidade do Porto do Itaqui, alcançado neste ano. É um resultado que nos anima a seguir investindo e atraindo investimentos voltados à expansão de nossa infraestrutura para atender a crescente demanda do Arco Norte do país”, afirma o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago.

A estimativa da área de Planejamento da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), gestora do Porto do Itaqui, é que ainda em novembro seja batida a movimentação total de 2021, de 31 milhões de toneladas.

Supersafra

Para o ano que vem, a expectativa é de supersafra de grãos na produção brasileira, com 312,4 milhões de toneladas, de acordo com o 1º Levantamento da Safra de Grãos 2022/23, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Essa previsão supera em 41,5 milhões de toneladas o recorde obtido na temporada recentemente finalizada, quando foram colhidos 270,9 milhões de toneladas.

Só no Maranhão, o plantio da soja neste ano deve ocupar aproximadamente 1,2 milhão de hectares, 5% mais do que a área plantada no ano passado. E a expectativa dos produtores é de que a produção de grãos no estado – soja e milho – em 2023 ultrapasse a marca de 7,1 milhões de toneladas.

– Publicidade –

Outros destaques