quinta-feira, 17 de junho de 2021

Fique Ligado no São João na Guará
Prefeitura inicia vacinação contra Covid de pessoas com deficiência mental e Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Prefeitura inicia vacinação contra Covid de pessoas com deficiência mental e Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de São Luís iniciou, nesta quarta-feira (19), o atendimento a mais um público prioritário na vacinação contra a Covid. A partir de hoje, pessoas a partir de 18 anos com deficiência mental (severa e moderada) e Transtorno do Espectro Autista (TEA) podem receber a primeira dose do imunizante contra o novo coronavírus. 

A terapeuta ocupacional Eunice Menezes aproveitou a oportunidade para levar o irmão Elias Forte de Menezes, 34 anos, para tomar a primeira dose da vacina.

“A gente vem aguardando esta vacina com muita ansiedade. Ele é a segunda pessoa da nossa família que se vacina. Nossa mãe, que tem diabetes, já se vacinou. E agora chegou a vez dele, que tem deficiência mental. A gente fica feliz porque é uma segurança a mais para a saúde dele, que é mais frágil que a de outras pessoas”, comentou. 

Vacinação 

O início da vacinação para esse novo público segue as diretrizes do Ministério da Saúde no Plano Nacional de Imunização (PNI), que o estabeleceu como um dos prioritários na imunização contra Covid-19. 

“É um trabalho planejado e bem executado pelas nossas equipes. Estamos firmes no propósito da vacinação e não vamos descansar até que a vacina chegue para todos”, enfatizou o prefeito de São Luís, Eduardo Braide. 

A vacinação pode ser realizada no Centro Municipal de Vacinação (Multicenter Sebrae) e no Drive Thru do Espaço Reserva, ao lado do Shopping da Ilha, no Maranhão Novo, com atendimento das 8h às 18h. Para vacinar, além de documento oficial com foto e comprovante de residência, é preciso levar o laudo, relatório médico ou, ainda, apresentar declaração da instituição onde a pessoa faz acompanhamento. 

Também seguem sendo vacinadas também pessoas com Síndrome de Down, gestantes e puérperas com comorbidades, pacientes renais crônicos (dialíticos), e as pessoas com qualquer uma das comorbidades definidas como prioridade pelo Ministério da Saúde. 

A vacinação destes públicos está sendo feita com o imunizante da Pfizer/BioNTec e o intervalo entre as duas doses da vacina deve ser feito com 12 semanas de intervalo, segundo recomendação do órgão federal.

Para melhor atendimento 

A Prefeitura de São Luís garante toda a estrutura necessária para atender as pessoas com deficiência que estão indo até os locais de vacinação. Intérpretes de Libras estão disponíveis nos locais de vacinação para garantir a comunicação adequada entre as equipes de triagem, vacinação e os cidadãos. 

Os centros montados no Multicenter Sebrae e na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) foram organizados para garantir a acessibilidade de pessoas com dificuldade de locomoção. Com isso, a Prefeitura garante acesso universalizado e humanizado a todos os públicos que estão sendo chamados para se imunizarem.

– Publicidade –

Outros destaques