quarta-feira, 29 de maio de 2024

Professores devem fazer paralisação das atividades na próxima quinta-feira

A Diretoria Geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma) esteve reunida na segunda-feira (30), e encaminhou a mobilização de toda a categoria em busca do reajuste salarial de 2023.

A categoria ainda ameaça paralisação em um ato que será relizado na próxima quinta-feira, dia 2 de fevereiro. De acordo com material informativo do próprio Sinproesemma, na capital maranhense a manifestação será feita na Praça Joãozinho Trinta, na Rffsa, Avenida Beira Mar, no Centro Histórico de São Luís. As atividades deverão iniciar às 8h30.

Segundo a secretária de representação de núcleos do Sinproesemma, Janice Neri, disse: “Já estamos chegando no mês de fevereiro e o Sinproesemma tem intensificado a cobrança junto ao governo do Estado pela resposta do nosso pleito e o que percebemos é a postergação dessa resposta”, disse.

Para o presidente do Sinproesemma, Raimundo Oliveira, é necessário haver compromisso com a educação pública e com os trabalhadores. “Precisamos sair do discurso que fala em valorização, que enche os ouvidos da sociedade e partir para a prática. Uma educação de qualidade passa necessariamente pela implementação da pauta que valoriza os trabalhadores em educação, por isso estamos convocando todos os trabalhadores para buscar o que é nosso por direito”, afirmou Oliveira.

– Publicidade –

Outros destaques