segunda-feira, 22 de julho de 2024

Programa Avesso desta terça entrevista o governador Flávio Dino

O entrevistado desta terça feira no Programa Avesso é o governador do estado Flávio Dino. Excepcionalmente a equipe do programa, saiu do estúdio e foi recebida, no Palácio dos Leões para a entrevista concedida ao jornalista Américo Azevedo Neto.

 

Dino fez um balanço dos 120 dias de governo, comentando detalhes dos problemas encontrados e as soluções e em andamento. Com relação às finanças públicas o governador avalia que “o dinheiro público no Maranhão era muito, muito, muito mal administrado”. No entanto demonstra segurança e conhecimento quando conclui que “Agora posso garantir a todos, que o dinheiro público, o seu dinheiro, o dinheiro dos impostos está em mãos honradas, em mãos honestas em mão limpas. E, sobretudo está sendo gasto com a maior seriedade possível”.

 

As afirmações do governador têm tom de avaliação. Mostram uma consciência da magnitude da jornada, a humildade e a vontade de acertar do comandante do executivo estadual.

 

“Eu não tenho o dom da perfeição, nem tenho a pretensão de dizer que não cometo erros, mas o que é importante sublinhar é a vontade de acertar. Essa vontade não existia antes, hoje existe em toda nossa equipe, essa vontade de fazer a coisa certa, esse é o principal patrimônio de nosso governo”.

 

Uma das reclamações de Flavio Dino são os ataques da oposição, usando os meios de comunicação do Grupo Sarney. Aliás, o ex presidente maranhense é apontado como líder dos ataques.

 

“É preciso ter muita determinação e é isso que eu tenho, eu tenho muita coragem, eu não me intimido com ataque, agressão, baixaria, cara feia, nada disso me tira do meu caminho”.

 

“Eu normalmente lamento que, na falta do debate político sério, se recorra a um expediente marcado por mentiras, agressões pessoais, falsidades de todo tipo, falseamento mesmo da realidade para tentar criar um clima artificial. Isso é muito claro no império midiático liderado pelo nosso adversário, pelo senador José Sarney, e todas as empresas que servem a esse objetivo e são ecos do passado. São aqueles contrariados pela perda de privilégios. São interesses financeiros, particulares, empresariais contrariados, pessoas que estavam ganhando muito dinheiro às custas do povo e que não estão mais ganhando e reagem ao modo deles”.

 

O governador reafirma o compromisso dele com o Maranhão de maneira geral, independente de grupos ou partidos políticos. Flavio Dino conta que todos que tenham interesse em desenvolver o estado tem assento garantido para o diálogo e a ajuda na solução para os problemas do povo maranhense.

 

“Recebi aqui deputados federais que não apóiam nosso governo. Mas vieram aqui, trataram dos seus assuntos, em defesa de suas teses e foram muito bem tratados; como deve ser. Estamos de braços abertos para todos que queiram nos ajudar, mas uma coisa que a gente não faz é negociar princípios.Eu não faço negociatas. Nós temos princípios e valores, objetivos, propostas: um programa. Não me peçam pra abrir mão disso em favor de apoio político, eu não negocio apoio político. Nós temos um programa eleito pelo povo. Quem quiser apoiar, debater, aperfeiçoar, estamos abertos”.

 

A entrevista na íntegra vai ao ar nesta terça feira, dia 5 de maio, às 22:45h, no programa Avesso, da TV Guará e pela internet.

 

– Publicidade –

Outros destaques