sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Roseana é ouvida pela PF e nega envolvimento em corrupção

A ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), que está sendo investigada na Operação Lava-Jato, que apura principalmente atos de corrupção envolvendo a Petrobras,  prestou depoimento na Polícia Federal (PF).

 De acordo com o advogado da ex-governadora, Antônio Carlos de Almeida Castro, mais conhecido como Kakay, em depoimento que durou cerca de uma hora, ela negou qualquer participação em irregularidades investigadas na operação.

As acusações contra Roseana foram extraídas de depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ele está colaborando com a Justiça em troca da redução da pena por meio de um acordo de delação premiada. Paulo Roberto afirmou que em 2010 mandou entregar R$ 2 milhões em espécie para a campanha à reeleição da governadora, a pedido do então ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, hoje senador pelo PMDB do Maranhão. De acordo com Paulo Roberto, ele se reuniu pessoalmente com Lobão, que teria lhe feito o pedido.

— Roseana nunca teve contatos pessoais com Paulo Roberto. Foi um depoimento muito tranquilo. Acho que inquérito está fadado a ser arquivado. Está baseado em Paulo Roberto, que ora diz uma coisa, ora diz outra — criticou Kakay.

– Publicidade –

Outros destaques