terça-feira, 7 de fevereiro de 2023

Saiba por que as praias estão impróprias para banho em SL

Foto: Gilson Teixeira

Especialista conversou com a reportagem do Portal Guará e falou sobre as problemáticas do tratamento do esgoto na capital maranhense. 

 

Foto: Gilson Teixeira
 

 

São Luís – Um relatório divulgado no último dia 6 pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) apontou que todas as praias de São Luís estão impróprias para banho. O resultado do estudo parece novidade mas, a balneabilidade da orla da capital maranhense anda comprometida há algum tempo, segundo especialista.

 

O número de estações de tratamento é insuficiente, se comparada à quantidade de esgoto produzida na cidade. Atualmente, o município conta com apenas duas unidades, localizadas no bairro Jaracaty e na Área Itaqui-Bacanga. Cada uma possui capacidade máxima de tratamento equivalente a 200 e 300 litros por segundo, respectivamente.

 

De acordo com o ambientalista Milton Dias, da associação  H2Ong, se as duas estações funcionassem com sua capacidade máxima, ainda sim, somente 13,8% dos dejetos teriam tratamento adequado. No entanto, ambas as unidades trabalham com cerca de apenas 20% de sua capacidade, o que reduz ainda mais o percentual de esgoto tratado. “Se o esgoto não é tratado, como irá existir condições de balneabilidade”, questiona o ambientalista. 

– Publicidade –

Outros destaques