terça-feira, 31 de janeiro de 2023

Subprefeitura promove capacitação para merendeiras de escolas comunitárias

A Subprefeitura da Zona Rural de São Luís, em colaboração com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoveu, em sua sede na comunidade Itapera, o 1º Encontro de Merendeiras das Escolas Comunitárias da Zona Rural. A ação teve como objetivo capacitar as profissionais sobre boas práticas na manipulação e preparo de alimentos. “É a primeira capacitação e faz parte do olhar cuidadoso que o prefeito Eduardo Braide tem com a nossa Zona Rural, pensando no bem-estar e na saúde dos alunos das escolas comunitárias da região”, disse o subprefeito da Zona Rural, Dilmar Araújo.

A capacitação, que reuniu merendeiras e gestores das 19 escolas comunitárias da Zona Rural da capital maranhense, foi ministrada pela nutricionista da Semed, Karla Gomes, que abordou assuntos relacionados às boas práticas de manipulação de alimentos, ressaltando a importância sobre higiene pessoal, higiene e organização do ambiente de trabalho, móveis e utensílios, higienização e acondicionamento dos gêneros alimentícios, preparo da alimentação escolar e principais tipos de contaminação dos alimentos. “Trouxemos informações preciosas, com cuidados que vão desde a hora que recebem os alimentos até o momento em que é servido às crianças”, explicou a profissional, que faz parte ainda do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

A presidente da Associação das Escolas Comunitárias, gestora do Instituto Sócio Educacional Jesuina, comemorou o treinamento. “Conhecimento é tudo na vida e esse primeiro encontro é muito importante para as merendeiras, pois são elas que estão diretamente envolvidas nesse processo tão importante dentro do ambiente escolar”, pontuou Francinete Souza.

Além de um coffee break, o encontro também contou com um momento de interação entre as participantes. Clenilde Castro, que é coordenadora de assuntos comunitários da Semed, colocou todo mundo no clima com uma roda de dança numa “farinhada”, fazendo referência à mandioca, base da alimentação ludovicense e também do sustento dos moradores da Zona Rural.

– Publicidade –

Outros destaques