domingo, 4 de dezembro de 2022

TJ lança medidas de segurança institucional para sedes do judiciário no MA

Um pacote com medidas de segurança institucional para as sedes do Poder Judiciário foi anunciado nessa quarta-feira (20) pela presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). O objetivo é garantir um ambiente de trabalho mais seguro para magistrados, membros do Ministério Público, advogados, servidores e jurisdicionados em geral.

 

Entre as medidas previstas pelo documento estão a identificação de servidores, a aquisição de equipamentos eletrônicos de revista pessoal e monitoramento de ambientes, e a instalação de postos de policiamento junto às entradas dos fóruns.

 

De acordo com a presidente do Tribunal de Justiça, de janeiro a agosto deste ano, 382 armas de fogo foram recolhidas em 36 comarcas. Além disso, foram distribuídos 90 detectores de metais portáteis para unidades judiciárias e ativados oito postos de vigilância, cinco com  policiais da reserva e três privados, a fim de estabelecer a segurança presencial em  comarcas que ainda não contavam com o serviço. “Com esse reforço na vigilância, não teremos mais nenhuma comarca sem posto de segurança armada em todo o Maranhão”, declarou a desembargadora Cleonice Freire. 

 

A processo de aquisição de um sistema videomonitoramento foi iniciado e deve atender as comarcas de Imperatriz, Caxias, Timon, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar e Lago da Pedra. E, em São Luís, a 2ª Vara de Execuções Penais e a Coordenação de Material e Patrimônio do TJ. Portal TV Guará, com informações do TJMA.

 

(Foto: Ribamar Pinheiro)

– Publicidade –

Outros destaques