quinta-feira, 30 de maio de 2024

Ex-presidiários e presidiários mortos em 6 dias

Em menos de uma semana, três pessoas, que cumpriram ou cumprem, pena no sistema penitenciário de Pedrinhas foram assassinadas na região metropolitana de São Luís.

 

O primeiro caso dos últimos sete dias aconteceu na Vila Luizão, o segundo no Parque Jair e o último com a execução de uma pessoa dentro do Hospital da Criança, na noite desta quarta-feira (15), na Alemanha.

 

O primeiro morto foi Jamerson Augusto Moraes Vieira, de 25 anos. Na última quinta-feira (9), ele foi libertado do presídio, chegou em casa, na Vila Luizão, trocou de roupa e disse aos familiares que iria cobrar uma pessoa que o estava devendo.

 

Jamerson foi executado com vários tiros em uma via pública. De acordo com informações de familiares, a vítima foi presa, na época, por envolvimento com o tráfico de drogas.

 

O segundo caso aconteceu no Parque Jair, quando Maycon Sales Ribeiro, de 25 anos, foi executado, também a tiros, dentro de um bar.

 

Segundo informações contidas no site da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), Maycon tinha sido beneficiado com a Saída Temporária do Dia das Crianças.

 

A vítima estava em via pública e quando avistou quatro pessoas em duas moto, correu para um bar. Os homens invadiram o local e atiraram várias vezes, matando o alvo, Maycon Sales, e a proprietária do estabelecimento, Maria Antônia.

 

O último caso aconteceu dentro do Hospital da Criança, na noite desta quarta-feira (15). Luan de Sousa Goulart, de 26 anos, já tinha cumprido pena no Sistema Penitenciário do Maranhão por Saidinha Bancária e roubo de veículos, e estava em liberdade.

 

Luan acompanhava a esposa e filha em uma consulta na unidade de saúde, quando uma pessoa pulou o muro do prédio, e o executou, com um tiro nu nuca, na frente de todos.

 

Após matar Luan, o assassino fugiu. A Delegacia de Homicídios iniciou as investigações, e os primeiros levantamento revelam que a vítima tinha se mudado recentemente do Coroado para o bairro da Forquilha, pois tinha algumas rixas.

– Publicidade –

Outros destaques