quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Turma de grupo reflexivo para homens acusados de violência contra a mulher é iniciada na capital


A criação do grupo tem o objetivo de manifestar a mudança no comportamento de homens que foram acusados de violência contra a mulher e fazê-los refletir sobre seus atos. O Ministério Público do Maranhão realiza a nona edição do Grupo Reflexivo de Homens denominado como, “novo olhar”. As atividades são realizadas no auditório das Promotorias de Justiça da Capital e a turma reúne 22 participantes.

O primeiro encontro foi nessa quinta-feira (07), o debate foi entorno de pautas como conceito de gênero, reflexões sobre gênero, impactos dos papeis de gênero nas relações sociais e desigualdade de gênero. A palestra foi ministrada pelo servidor Clayrton Rodrigues da Silva.

As reuniões acontecem de forma semanal, cada turma tem 10 encontros e os participantes são incluídos no grupo por determinação judicial. A ideia é que o diálogo e a capacitação os levem a refletir e isso diminua a reincidência da violência doméstica. Os trabalhos são coordenados pela 22ª Promotoria de Justiça de Defesa da Mulher de São Luís.

De acordo Mônica Nascimento, atual coordenadora desta edição do grupo, durante as reuniões os participantes tomam conhecimento das implicações dos atos de violência tanto para o autor quanto para a vítima.

“Além disso, é discutida a relação de poder e controle dos homens para incentivar mudanças comportamentais, promover relacionamentos afetivos respeitáveis, igualitários e, principalmente, construir uma cultura de paz e respeito”, acrescentou Mônica Nascimento.

A programação também inclui temas como saúde do homem, tipos de comunicação, alienação parental, Lei Maria da Penha, direitos dos homens, dependência química, dentre outros.

– Publicidade –

Outros destaques