Veja os cuidados para evitar aquaplanagem no período chuvoso

O período chuvoso traz muitos problemas para os motoristas. Com as fortes chuvas que estão castigando São Luís, além dos buracos, da falta de visibilidade, ocorre com frequência o efeito de aquaplanagem.

A aquaplanagem é um fenômeno em que um veículo, ao passar sobre uma camada de água, perde o atrito com o asfalto e desliza, fazendo com que o motorista perca o controle do automóvel. Por isso, para dirigir na chuva, a atenção do motorista deve ser redobrada.

O tipo de asfalto, a velocidade constante do veículo, o estado do pneu e a quantidade de água na superfície são alguns fatores que favorecem a aquaplanagem, aumentando o risco de acidentes automobilísticos.

A aquaplanagem é extremamente perigosa. Em especial, quando ela acontece nas quatro rodas, onde é possível perder totalmente o controle do veículo.
No entanto é possível se precaver ou então diminuir os riscos desse efeito

Recomendações

1. Sempre confira a pressão dos pneus
Se os pneus estiverem 30% abaixo do recomendado pelo fabricante, a probabilidade de sofrer aquaplanagem aumenta significativamente.

2. Nunca ande com pneus gastos
Sem a profundidade do desenho de escultura, o pneu perde a capacidade de drenagem da água.

3. Diminua a velocidade
Quanto maior a velocidade do veículo e mais profunda for a poça de água, maior a probabilidade de ocorrer aquaplanagem. Portanto a dica é pegar mais leve no acelerador, principalmente quando há muita chuva.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, depois de um trecho alagado, se você precisar parar, existe um grande risco de acidente, pois os freios podem não funcionar, já que os componentes estão molhados e não existe atrito entre eles. Por isso, engrene uma marcha forte (primeira ou segunda) e rode uns 30 segundos pisando fundo no acelerador com o pé direito e firme no pedal do freio com o esquerdo. O atrito entre as peças vai provocar calor e este vai secar as pastilhas, discos, lonas e tambores.