terça-feira, 4 de outubro de 2022

STF autoriza abertura de inquérito para apurar ministro da Educação Milton Ribeiro

O ministro passou por Rosário no ano passado. O prefeito de Rosário, Calvet Filho aparece na lista de cinco gestores municipais que devem prestar depoimento (Foto: Valter Campanato (Agência Brasil)

A Ministra do Supremo Tribunal federal (STF), Cármen Lúcia, autorizou nesta quinta-feira (24) abertura do inquérito para apurar suspeitas de que Milton Ribeiro , ministro da Educação, favorecia pedidos de pastores na liberação de recursos para prefeitura de aliados.


Entre os que devem ser ouvidos pela PGR na investigação está o prefeito de Rosário, Calvet Filho (PSC). O prefeito aparece uma lista de cinco gestores municipais que devem prestar depoimento.


O ministro da educação que passou por Rosário no começo do ano passado junto com representantes do MEC, juntamente com o reitor e diretores do IFMA, fez uma visita às novas instalações do campus na cidade.


O nome de Gilberto Braga (PSDB), prefeito de Luís Domingues que denunciou o pastor Arilton Moura, não foi chamado para depor. Gilberto esteve em uma solenidade em Brasília e durante um almoço ouviu as negociatas que envolviam as licitações.


O pedido de investigação foi feito pelo procurador-geral da República Augusto Aras na quarta-feira (23). A ministra Carmen Lucia deu 15 dias para a PGR se decidir se também investigará o presidente da Republica Jair Bolsonaro (PL) que tem o nome citado nos áudios .

– Publicidade –

Outros destaques