sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Limpeza de pontos turísticos da Ilha de São Luís será feita com mão de obra carcerária

Com o objetivo de contribuir e reforçar a limpeza e manutenção de alguns dos principais pontos turísticos da Região Metropolitana de São Luís, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) é a nova parceira do Projeto Blitz do Turismo, da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), iniciativa que visa reforçar a limpeza e a manutenção de alguns dos principais pontos turísticos da Região Metropolitana. 

A cooperação entre Setur e SEAP consiste na utilização de mão de obra carcerária para a realização de atividades de reformas e revitalização de espaços turísticos, visando a melhoria desses locais que necessitam de intervenções e melhorias.

A primeira etapa da parceria prevê ações em locais do Centro Histórico de São Luís como a Praia Grande, Praça da Liberdade e Fonte do Ribeirão, na Igreja Santo Antônio, Ceprama, Convento das Mercês, Espigão Costeiro, Avenida Litorânea, Madre Deus e Portal da Raposa. Os serviços são ações de limpeza, pintura, acabamento, reboco, roçagem e reparos em geral.

A iniciativa contribui com a promoção da ressocialização dos apenados do Sistema Prisional Maranhense que, através do Programa Trabalho com Dignidade, leva benefícios para a sociedade em geral, como produção de blocos sextavados e artefatos de concreto para pavimentação de ruas; confecção de fardamentos, carteiras e conjuntos escolares para a rede pública estadual; montagem de móveis projetados para repartições públicas, entre outras atividades.  

Além disso, o programa promove a inserção de pessoas privadas de liberdade em ciclos produtivos de trabalho, viabilizando assim a ressocialização, capacitação profissional e inclusão social.

De acordo com o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade, a revitalização dos pontos turísticos e outros locais, feita por internos do sistema prisional, mostra o comprometimento do Governo do Estado com a sociedade e com a humanização de pessoas privadas de liberdade.

“A iniciativa mostra também que o trabalho dos custodiados está se tornando cada vez mais útil para a sociedade, promovendo bem-estar populacional e principalmente para os turistas, dando assim melhor visual para nosso estado do Maranhão”, afirma o secretário.

– Publicidade –

Outros destaques