quarta-feira, 23 de junho de 2021

Arraial Live Guará - É hoje!
Mãe que escondeu gravidez, queimou bebê por medo e vergonha da família

Mãe que escondeu gravidez, queimou bebê por medo e vergonha da família

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Jovem de 24 anos queimou o próprio bebê dentro de uma caixa de papelão em Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia, e em depoimento disse à polícia que não queria ter o filho e que tinha vergonha e medo que a mãe descobrisse que ela estava grávida. Ela escondeu a barriga nos últimos meses de gestação, para disfarçar.

Até o fim da gestação, ela viveu escondendo a barriga e alegando que havia engordado. A universitária é evangélica e teve com medo da reação dos pais,ela tentou abortar, mas não conseguiu. O bebê, nasceu saudável na Santa Casa de Anápolis e ela o escondeu em casa até o dia em que o queimou num lote baldio.

Até o namorado, que seria o pai da criança, foi enganado. Ele esteve na delegacia e se mostrou surpreso ao saber que o bebê chegou a nascer. Para ele, “ela havia me dito que a gravidez era indesejada e que, por isso, tinha abortado no sexto mês de gestação.”

A mulher foi presa em flagrante nesta quarta-feira (12) por ocultação de cadáver, depois que os agentes do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) descobriram imagens de câmeras de segurança que mostram ela chegando de carro ao local, no Bairro Cerejeiras.

– Publicidade –

Outros destaques