sexta-feira, 27 de maio de 2022

G10 Editora

Artigo! Dino Márcio era racista? Assista a um vídeo que vai explicar tudo

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Na tarde desta quarta-feira (11), o principal suspeito de ter assassinado o corretor de imóveis Dino Márcio Pinho Rosa Formiga, de 47 anos, foi preso. Dino teve sua vida ceifada precocemente no estacionamento de um Pet Shop, localizado na Avenida Daniel de La Touche, na Cohama, na noite da última segunda-feira (9).

O atirador, que é auxiliar penitenciário temporário, trabalhava cladestinamente como segurança do Pet Shop, e não tinha porte de arma.

Após três dias de uma busca frenética pelo atirador, ele foi aconselhado pelo seu advogado a se entregar. Na sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), o suspeito, juntamente com seu advogado, apresentaram uma versão totalmente desconhecida dos amigos e familiares de Dino Márcio.

Para tentar amenizar a situação complicada do suspeito, a defesa alegou que ele atirou 4 vezes após Dino Márcio ter proferido palavras de cunho rascista. Mas será que Dino Márcio era racista?

Essa suposta faceta de Dino Márcio era totalmente desconhecida dos amigos e familiares. Dino era uma pessoa pacata, querida e muito atuante no bairro onde morou a vida toda, pois ele nasceu e literalmente morreu na Cohama.

Dino racista? Ué, como pode? Vamos aos fatos…

Esportista, apaixonado pelo Flamengo e tinha o Reggae a sua música preferida. Dino era corretor de imóveis, foi professor de educação física e vôlei, mas nas horas vagas ele atuava formente como DJ de Reggae e fazia parte da cena e movimento reggae na capital maranhense.

O movimento reggae é praticamente composto por negros. Se Dino era racista, como ele convivia com os amigos negros? Infelizmente Dino Márcio não poderá se defender dessa acusação, mas os amigos e familiares de Dino vão ser os advogados de defesa dele. Assistam ao vídeo abaixo e tirem suas conclusões de Dino Márcio era racista ou não!

– Publicidade –

Outros destaques