Sem cirurgia, bebê Ravi morre com 18 dias de vida

PorRedação

Após piora no quadro de saúde, o bebê Ravi, de 18 dias, faleceu nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (07) enquanto aguardava cumprimento de decisão judicial que determinava que Ravi fosse transferido para o Hospital do Coração, em São Paulo, onde poderia fazer a cirurgia que salvaria sua vida.

Ravi possuía cardiopatia congênita, chamada de Síndrome da Hipoplasia do Coração Esquerdo. A doença diminui o fluxo de sangue para o corpo e deveria ser reparada após o seu nascimento. Porém no Maranhão não há nenhum hospital, nem público e nem particular, que faça essa cirurgia.

A família de Ravi entrou com pedido judicial no último final de semana e, segundo a advogada da família, Will Ferreira, a liminar foi deferida em poucas horas pelo juiz plantonista. Estado e Município foram notificados da situação. Entretanto, a liminar não chegou a ser cumprida pelos responsáveis.

Ao ser procurado pela TV Guará, secretário de saúde do Governo do Estado, Carlos Lula, afirmou que o Estado já havia feito o pedido de transferência e aguardava vaga.

Ainda segundo o secretário, há dois outros bebês na mesma situação do Ravi.

*