sábado, 4 julho, 2020
Início Assista Agora Jornal da Guará Chuvas devem continuar intensas em São Luís

Chuvas devem continuar intensas em São Luís

As chuvas devem continuar intensas no Norte Maranhão, e consequentemente em São Luís, nos próximos dias. Nas últimas 48 horas, segundo informações da meteorologia, choveu 50% em torno do esperado para o mês inteiro, algo considerado inédito pelos estudiosos.  Somente em São Luís, foram 250 milímetros.

De acordo com Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), a explicação para o alto volume de chuvas esta na ação da Zona de Convergência Intertropical, mais presente este ano. Um ciclone que está atuando na Bahia também estaria influenciando no volume de chuvas no Norte do Maranhão.

De acordo com o meteorologista, Alan Davi Cerqueira, situação semelhante, que mais se aproximou das registradas nas ultimas 48h, ocorreu em fevereiro de 1980, ou seja, 39 anos atrás. “Até o dia 21 de março as chuvas estavam todas dentro do normal. A anomalia mesmo foi no dia 22 em diante”, afirmou Alan Cerqueira.

Ainda de acordo com a meteorologia da UEMA, levando em consideração que os meses de Fevereiro, Março e Abril  são tidos como os mais chuvosos no Estado, e que o ciclone na Bahia ainda deve permanecer por mais alguns dias (já que tem duração de uma semana) a previsão é de que as chuvas ainda devem continuar intensas .

Estragos na segunda-feira (25)

Nesta segunda-feira, 25, voltou a chover em São Luís, mas nem de longe o temporal lembrou as chuvas que desabaram no sábado e no domingo em toda a Região Metropolitana. No entanto, os estragos continuaram. No início da tarde, a Av. dos Africanos, que costuma ter um grande fluxo de veículos, estava alagada, dos dois lados da via, com dificuldade de deslocamento  para veículos pequenos ou grandes.

Na Av. Guajajaras, a chuva deixou pessoas ilhadas sem conseguir andar pela calçada. As pessoas ficam presas na parada e a água chegou a cobrir os pneus de carros. Na Avenida dos Franceses, próximo ao retorno do aeroporto, o trânsito ficou lento e foi preciso muita paciência do motorista que ficou sem opção de outras rotas.

No bairro Filipinho o trânsito também parou, mas por conta de uma manifestação dos moradores. Eles bloquearam a avenida pedindo intervenções no bairro após os estragos. A ponte que liga o Parque Vitória a Maioba também não resistiu e cedeu.

Veja a matéria completa exibida no Jornal da Guará. Reportagem de Mariana Dias com imagens de Joel Oliveira

 

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais recentes

Reforma tributária está pronta para ir ao Congresso, diz Guedes

A proposta de reforma tributária está “absolutamente pronta” e deve enviada nos próximos dias ao Congresso, disse nesta sexta-feira (3) o ministro da Economia,...
- Publicidade -