segunda-feira, 15 de julho de 2024

Conheça a história de Bernailson, cantador do Bumba Boi do Maiobão

O São João já está a todo vapor no Maranhão. A alegria dessa tradição envolve os apaixonados pela cultura maranhense e geralmente esse sentimento vem de muito longe, passando de geração em geração e construindo histórias de pessoas que se confundem com as histórias das mais variadas brincadeiras típicas da época.

Neste contexto, muitos trabalhadores que também são amantes da cultura local têm a missão de conciliar o trabalho com os horários dos ensaios e apresentações nos arraiais da cidade e de todo o estado. Para eles, o que faz superar o cansaço do dia-a-dia para estar à serviço da cultura é esse amor enraizado pelo bumba-meu-boi. E quando o assunto é São João, a Equatorial Maranhão tem muita participação e orgulho de fazer parte como uma das patrocinadoras oficiais do “Maior São João do Mundo” e também por ter em seu time pessoas que fazem o São João acontecer.

Alguns colaboradores da Distribuidora se dividem entre o mundo corporativo e a rotina cultural. É o caso de Bernailson Silva (27 anos) que é Controlador de Sistemas do COI (Centro de Operações da Equatorial Maranhão), também é cantador e compositor no Bumba Boi do Maiobão há 4 anos. Ele está na Equatorial há 1 ano e conta que assim que entrou na empresa já programou tirar férias neste período para não comprometer nenhuma das duas atividades.

Bernailson trabalha no COI como Controlador de Sistemas e diz que apesar de toda a família ser envolvida no Boi de Maracanã, acabou ingressando em outro boi por ser muito tímido e envergonhado. “Minha família é muito ligada ao Boi de Maracanã, inclusive alguns primos participam dançando e tocando. Pra se ter uma noção, meu bisavô e meu avô materno faziam parte do boi de Maracanã, então é uma história antiga. Só que eu sou muito tímido e por isso só tive coragem de cantar em outro boi, onde eu era menos conhecido”, comenta.

Estudante de engenharia elétrica, o “controlador cantador” revela que já teve alguns momentos de inspiração para composições no próprio trabalho, como no mês passado, em que Bernailson improvisou uma toada em homenagem às mães do setor. Ele conta ainda que nesse período de São João, mesmo estando de férias, ele fica atento para que a energia elétrica esteja presente em todos os arraiais da cidade até o final das festas. “A gente tem um carinho especial durante essa época em relação ao fornecimento de energia. A Equatorial é uma marca que tem uma ligação muito forte com a cultura, e essa imagem é zelada com orgulho por todos os colaboradores”, finaliza.

O Gerente de Operações da Equatorial Maranhão, Luis Filipe Leal, gestor de Bernailson comenta da surpresa positiva que teve ao saber do talento do colaborador. “Pra nós é uma grande satisfação tê-lo na empresa e aqui no COI. Já estou me programando para ir em uma das apresentações em que ele estará cantando pelo Bumba Boi do Maiobão. Esse amor pela cultura parece ser algo próprio do maranhense e a Equatorial, como uma boa maranhense, também tem esse sentimento muito enraizado”, destaca.

Futuramente Bernailson pretende se dedicar cada vez mais a sua profissão e ficar mais voltado aos bastidores do São João, compondo e ajudando no que será possível. Imagina-se ainda constituindo família com alguém que também ame a cultura maranhense do bumba-meu-boi e incentivando seus filhos a perpetuarem o legado.

Durante o período do São João, a Equatorial patrocina os arraiais e grupos de manifestações diversas que deixam mais vibrante a maior festa popular do estado. A participação e incentivos fazem da distribuidora uma das empresas que mais investe na cultura local, contribuindo de forma significativa para a identidade e desenvolvimento do Maranhão.

– Publicidade –

Outros destaques