quinta-feira, 29 de setembro de 2022

Dia Mundial do fisioterapeuta: entenda o papel da fisioterapia no tratamento e na recuperação da covid-19

Dia Mundial do fisioterapeuta
Dia Mundial do fisioterapeuta

Seja como parte da equipe de atendimento nas unidades de terapia intensiva ou trabalhando na recuperação do paciente pós-internação, o fisioterapeuta é um profissional de fundamental importância para o sucesso do tratamento dos pacientes com Covid-19.

Todos os anos, fisioterapeutas ajudam milhares de pessoas a prevenir e superar problemas de músculo-esqueléticos e doenças cardíacas, derrame, diabetes, doença respiratória crônica, câncer e agora são partes importantes na recuperação de pacientes acometidos pela covid-19.

Sua atuação contribui para evitar complicações cardiorrespiratórias em indivíduos internados e também para recuperar a capacidade pulmonar e motora de quem já se curou da doença. Nas internações, o trabalho do fisioterapeuta começa com os primeiros cuidados com a administração de oxigênio, passa pela assistência em intervenções envolvendo intubação, ventilação mecânica e mudança de decúbito, e inclui ainda procedimentos para remoção de secreção brônquica e melhora da função respiratória.

“Somos uma importante peça nesse grande trabalho multidisciplinar, cuidamos da funcionalidade dos pacientes, nosso papel é devolver cada indivíduo a sua capacidade antes de ser acometido pelo covid-19, trabalhamos desde a admissão do paciente na ala de urgência e emergência ( hospital, upa, postos de saúde) até a etapa final pós covid-19, na reabilitação funcional, trabalho em várias frentes e com todos os pacientes ( idosos, adultos, crianças), uti, leitos e etc.” disse o Doutor Gabriel Reis,32, que atua na área de traumatologia.

No atendimento pós-hospitalar, ele é responsável por indicar exercícios e procedimentos terapêuticos para fortalecer a musculatura respiratória e periférica, tanto de quem acabou de sair da UTI quanto de quem está se recuperando em casa.

O Brasil já registra mais de 19 milhões de pessoas curadas da Covid-19. O número de recuperados no país é maior do que a quantidade de pacientes em acompanhamento médico (541.036). O registro de pessoas que se recuperaram da doença representa expressiva maioria do total de casos acumulados (94,6%), essa recuperação se da por um empenho efetivo dos profissionais que cuidam dia e noite desses pacientes.

“A fisioterapia busca reestabelecer este paciente as suas atividades normais, após manifestação do covid-19 muitos pacientes demonstram diminuição na sua capacidade cardio-pulmonar, e limitações funcionais, nosso trabalho é avaliar a funcionalidade do indivíduo atualmente e traçar a melhor estratégia de reabilitação funcional-cardíaco e respiratório, assim devolvendo a seus valores funcionais para que ele retorne sua vida e seus afazeres normalmente.” afirmou o Doutor Gabriel Reis.

Gabriel Reis,32, fisioterapeuta especialista na área de traumatologia, ortopedia e desportiva.

Nas hospitalizações por Covid-19, o auxílio da fisioterapia é capaz de acelerar o processo de recuperação do paciente, diminuindo a necessidade de medicamentos e o risco de sequelas após a internação.

“Somamos forças com todos os profissionais na linha de frente, dando o nosso melhor e implementando a melhor abordagem contra essa pandemia que nos assola.” concluiu o Dr. Gabriel Reis.

– Publicidade –

Outros destaques