G10 Editora

Governo é suspeito de superfaturar contrato com empresa de eventos

O jornalismo da TV Guará mostrou o caso em que uma mulher gestante não recebeu o atendimento necessário na Maternidade Marly Sarney e várias alegações foram feitas, mas sem justificar o principal, a falta de estrutura para atender as necessidades da população.

 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) para reunir profissionais da área em um evento mais de R$ 1 milhão em dois dias, enquanto outras prioridades na saúde pública foram esquecidas.

 

Nossa equipes foram atrás dos gastos, percorreram os mesmos passos da SES e fizeram o levantamento de tudo o que foi gasto no evento. Um valor bem abaixo para emprego das despesas com a organização foi constatado.

 

Nossa reportagem tentou falar por diversas vezes com a responsável pela empresa Sacada Eventos, identificada como Cláudia, mas não fomos recebidos. Contatos com a SES também foram feitos e fomos informados que o secretário Ricardo Murad está em viagem pelo interior do Maranhão e, por isso, não poderia gravar com nossa reportagem. De acordo com informações da assessoria da pasta, somente ele poderia prestar esclarecimentos sobre o assunto.

– Publicidade –

Outros destaques