Ministro Marcos Pontes visita Alcântara

Comitiva visitou o Centro de Lançamentos e comentou o acordo com os EUA; próximo passo é seminário em São Luís, nesta segunda (15)


Vice-governador acompanhou ministro Marcos Pontes para conhecer escola no CLA (Foto: Nael Reis)

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Cesar Pontes, visitou o Centro de Lançamento de Alcântara neste domingo (14). Além da ida à base, ele também conheceu uma escola que funciona no local.

Acompanhado de Carlos Brandão (PRB), vice-governador do Maranhão, o ministro explicou o plano de exploração do Centro. “É um acordo que trata da viabilização comercial do Centro, uma autorização dos Estados Unidos para que nós lancemos foguetes e satélites de quaisquer países que tenham componentes americanos e em troca nós protegemos a tecnologia americana”, explicou Marcos Pontes.

O acordo foi assinado por Jair Bolsonaro (PSL), no início de março, nos Estados Unidos, em mais um ato controverso, uma vez que o documento não foi discutido com parlamentares ou com a comunidade local. “Primeiro a gente precisa passar no Congresso, uma vez passado a gente terá aqui dentro os Planos Locais, que vão avaliar como o Centro vai se integrar à comunidade e, no futuro, vamos avaliar se há necessidade de expansão, mas por enquanto a área que ele tem é suficiente”, afirmou Marcos Pontes.

No início dos anos 2000, acordo semelhante foi reprovado no Congresso por ser considerado entreguista. Desta vez, uma equipe de políticos  maranhense tem se engajado na validação do projeto, se empenhando para que este acordo respeite as comunidades locais, os quilombolas e a soberania nacional, além de trazer lucro e desenvolvimento para Alcântara e para o estado como um todo.

“Hoje nós recebemos aqui o ministro Marcos Pontes com toda sua comitiva, ele veio tratar de um projeto de tecnologia importante de lançamento de satélites e foguetes, mas é importante que além das empresas que se estabeleçam aqui, a gente atenda as comunidades, não só as quilombolas como também as demais comunidades que aqui vivem”, afirmou o vice-governador Carlos Brandão.

O deputado federal Gastão Vieira também acompanhou a visita e falou da atuação da bancada federal maranhense no acompanhamento do acordo. “O debate está sendo muito bem construído, há uma consciência que este é um grande momento para o Brasil, a bancada do Maranhão está completamente envolvida, há uma consciência que devemos apoiar o projeto, mas o desenvolvimento social não pode ser esquecido”, comentou o deputado.

Além da visita à Alcântara, a passagem do ministro pelo estado inclui a participação no evento “Base de Alcântara: novos passos”, organizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), que acontece nesta segunda-feira (15), às 8h30, no Multicenter Sebrae.

“A ideia do seminário é que a gente faça um debate científico acerca das questões de impacto sobre o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas que está em trâmite no Congresso Nacional, que foi assinado com os Estados Unidos”, explicou o secretário da Secti, Davi Telles.

O evento tem como público-alvo instituições, pesquisadores e acadêmicos interessados nas temáticas que serão abordadas durante todo o dia. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo link http://bit.ly/seminarioalcatara