terça-feira, 4 de outubro de 2022

Relembre a repercussão do caso Pirata da Litorânea, em 2014

Na ocasião, o apresentador Luciano Huck se solidarizou com a situação que o artista viveu.

Pirata da Litorânea, após ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros, na quarta (30). Foto: Reprodução.

No ano de 2014, o artista Antonio Carlos, que esta semana escalou a torre de transmissão da TV Mirante, e ficou conhecido como Pirata, teve seu fusca retirado da Avenida Litorânea, local em que se apresentava e seu veículo estava estacionado há mais de três anos. A ação, na época, foi da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).

 Apresentador Luciano Huck se manifesta nas redes sociais. Foto: Reprodução/G1Maranhão.

Em seguida, uma campanha pelas redes sociais ganhou força com a hashtag #ajudaopirata e a mobilização chegou ao conhecimento do então apresentador do Caldeirão, Luciano Huck, que se manifestou em sua página no Facebook. “Desde cedo recebi milhares de mensagens sobre a história do ‘Pirata da Litorânea’. Já estamos na missão. Valeu a todos pelas dicas e olhos abertos de sempre. Bjs L”, declarou Huck. A intenção era conseguir levar o Pirata ao quadro Lata Velho, fato que não chegou a acontecer.

– Publicidade –

Outras publicações